Tatuagens de Misses Bumbum fazem homenagem a pais, bichos e ao Timão

Tatuagem foi o assunto no segundo dia de ensaio para o site oficial do concurso Miss Bumbum. Das 11 misses que estiveram no estúdio em São Paulo, só uma, Nathália Mendes, não tinha nenhuma tatuagem – ainda! Elas mostraram os desenhos para o EGO e contaram as histórias relacionadas.

Fotos: Veja a galeria de fotos com as candidatas ao Miss Bumbum 2015

“Já decidi minha primeira tatuagem. Vou escrever ‘O amor vence tudo'”, planejou a Miss Mato Grosso do Sul, que se definiu como “fofa”. A Miss Bumbum Roraima é totalmente diferente. Isa Naamah, é a mais tatuada das misses bumbuns. “Minha primeira tattoo eu fiz aos 16 anos, são as estrelas que tenho na cintura. Minha mãe ia comigo, fazia meu gosto, ela é mãezona!”, conta ela. “Não parei mais. Já trabalhei em estúdio e aí quando a pessoa desmarcava o tatuador me tatuava”, diverte-se ela. “Minhas tatuagens são cavernosas, não gosto de coisas fofas”, diz Isa aos risos. Ela tem oito desenhos no total. “Gosto de coisas sobrenaturais, coisas fora do comum, sabe?”

Beta Souza, a Miss Bumbum Pará, também tem vários desenhos pelo corpo. “Tenho meu cachorro na coxa, o Braddock, que adotei quando tinha dois anos. Ele tinha sido abandonado em uma casa com focinheira. Ele estava há uma semana sem comer e beber. Também escrevi ação e reação na costela, tenho três tulipas no ombro, e um aviãozinho de papel no pescoço”, enumera Beta, que influenciou outra miss a fazer o mesmo desenho.

Mile Camargo, Miss Bumbum Amapá, é amiga de Beta há oito anos. “Nos conhecemos na balada, mas éramos vizinhas! E ela namorava um cara que era amigo em comum”, relembra ela. “Todo mundo pergunta se somos namoradas, se a gente se pega etc. Não é nada disso. Ficamos um tempo afastadas quando viajei e nos reencontramos esse ano. Quando vi a tatuagem de avião, falei: quero uma dessas!’ Para mim simboliza a minha liberdade”, diz Mile, que também tem uma mandala no ombro esquerdo.

Beta também homenageou a família com alguns desenhos. “Tatuei a assinatura do meu pai, meu avô e escrevi mãe debaixo do peito”. Ela também tem tatuados o símbolo do Corinthians, o ano do seu nascimento nos dedos da mão, além de desenhos pequenos no pulso que significam eternidade, felicidade, morte e amor”, enumera ela, que começou a se tatuar aos 18 anos.

Raquel Castro também tem uma tatuagem parecida com a de Beta, também abaixo do seio. Ela escreveu em homenagem à filha: ‘Amor da minha vida’. A outra ela fez recentemente. Escreveu no braço “Together forever” “para alguém especial”. Raquel já apagou uma tatuagem que tinha abaixo do umbigo com laser. “Gastei R$ 5.500 há dez anos, era muito dinheiro. Estava muito feia, era uma tribal muito mal-feita”, relembra ela, que chegou a se prometer que não faria novas tatuagens. “Dizem que não podemos dizer dessa água não beberei, né?”, diverte-se ela.

Thamara Amâncio fez sua primeira tatuagem com 15 anos para tampar uma cicatriz da cirurgia de apêndice que fez aos 8. “Minha mãe me levou e ela mesmo me incentivou. Tinha muito complexo e não queria colocar biquíni. Deu certo, fiquei tranquila e até participei de um concurso de beleza que tinha de ficar de biquíni”, relembra ela. Thamara também tem rosas tatuadas na coxa, que ela ainda está terminando. “Para mim representa alegria e beleza. É bem importante.”

Jennifer tem uma tatuagem que homenageia a família. Ela escreveu ‘amor’ em japonês com as iniciais dos irmãos e das filhas: F, F, V, G: Felipe, Flávia, Victoria e Giovanna. Fernanda Abraão, a Miss Bumbum Maranhão,  também homenageou o filho Cauã, de 8 anos, com um desenho no pulso

Melina Maia, Miss Bumbum Amazonas, fez uma tatuagem de uma abelhinha com um microfone para relembrar seu nome artístico, Mc Mel. “Sou cantora de funk desde os 14 anos”, conta ela, que também tem tatuado no pulso o nome de “uma pessoa especial”.

Diana Andrade, a Miss Bumbum Acre, tem um desenho aquarelado na perna. “Conheci a técnica e quis fazer uma tatuagem para que minha vida fosse apenas flores”, conta ela.

Como não poderia deixar de faltar, tem miss com nome do ex tatuado. Débora Caroline, a Miss Bumbum Paraíba, tem o símbolo do infinito com os nomes do ex-marido e o dela. “Durou só dois anos, sou muito intensa”, diverte-se ela, que também tem estrelas tatuadas na cintura que simbolizam a família.

 

Comentários