Suíça bloqueia mais de R$ 1,28 bi desviados da Petrobras

O procurador-geral da Suíça Michel Louber anunciou nesta quarta-feira o bloqueio de US$ 400 milhões – o equivalente a R$ 1,280 bilhões no câmbio atual – de pessoas e empresas investigadas por fraudes em contratos de empreiteiras com a Petrobras. Deste total, US$ 120 milhões já foram liberados para a repatriação. O dinheiro foi bloqueado a partir de nove investigações abertas na Suíça sobre corrupção e lavagem de dinheiro desviado da Petrobras.

“Não toleramos o uso do sistema bancário suíço para corrupção e lavagem de dinheiro.”, disse Lauber em entrevista ao lado do procurador-geral Rodrigo Janot.

Nesta semana, autoridades do Principado de Mônaco bloquearam 10 milhões de euros (R$ 34,7 milhões) do ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Jorge Zelada. De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), há a suspeita de que o ex-diretor, que substituiu Nestor Cerveró, possa estar envolvido no esquema de corrupção.

Comentários