Sport “mordendo” dentro de casa no Brasileirão

O status de melhor mandante do Brasileirão, com 91,6% de aproveitamento (sete vitórias e um empate), serve como combustível extra para que os rubro-negros iniciem as partidas em casa “pisando no acelerador”. A postura agressiva com que atua diante de sua torcida é tratada como um dos trunfos desse time do Sport, quarto colocado no campeonato, com 28 pontos. Contra o Cruzeiro, neste domingo (2), às 18h30, na Arena Pernambuco, pela 16ª rodada, a expectativa é que a equipe comece mais uma vez “mordendo”.

“Precisamos repetir contra o Cruzeiro o que fizemos em todas as outras partidas em casa, na Ilha do Retiro ou na Arena. Temos que iniciar bem, fazer um bom primeiro tempo. É necessário entrarmos ligados para sufocar o adversário”, afirmou o volante Rithely. “Tanto dentro como fora de casa, nós entramos ligados. Mas dentro de casa temos o apoio do torcedor, o nosso 12º jogador, que nos dá apoio o tempo inteiro para buscarmos o gol. Esse é um diferencial”, completou o meia Régis.

Para o técnico Eduardo Baptista, o Sport consegue se impor melhor dentro de casa, assim como acontece com a maioria dos outros clubes do País . “Fizemos boas partidas fora de casa, mas como mandantes todos os times conseguem se impor mais. Nós não somos diferentes”, disse o treinador, que vem minimizando o fato de o time ainda não ter vencido uma vez sequer fora de seus domínios (seis empates e uma derrota). “Não há pressão extra por nosso rendimento como visitante. Sabemos o que precisamos melhorar. Na hora certa a vitória vai vir”, completou.

Para este domingo, o treinador alerta para a importância de o Sport estar o ligado o tempo inteiro e de não subestimar o Cruzeiro. É que os time mineiro não vem bem no campeonato. Ocupa a modesta 13ª colocação, com 17 pontos. Já são 19 dias sem vitória. “Devemos respeitar o Cruzeiro, atual bicampeão brasileiro. Eles têm um elenco muito forte e um treinador estrategista”, afirmou o técnico Eduardo Baptista. O meia Diego Souza endossou o discurso. “O Cruzeiro tem todo o nosso respeito, apesar de não estar vivendo o seu melhor momento. Se bobearmos contra eles, pode ser fatal. Precisamos nos impor dentro de casa em busca de mais uma vitória”, disse.

Os rubro-negros reconhecem que, pelos momentos distintos que vivem, o Cruzeiro deve vir mais fechado para atuar na Arena Pernambuco e o Sport vai precisar de sabedoria para furar a retranca mineira. Por isso mesmo, o técnico exigiu bastante movimentação dos homens do setor ofensivo. “Temos a nossa forma de atuar e precisamos nos impor, ainda mais dentro da nossa casa. Precisamos agredir e encurralar o Cruzeiro no campo deles”, afirmou Diego Souza. 

Comentários