Sport fica devendo em derrota para o Santos

O Sport deu adeus à Copa do Brasil, mas ganhou a Sul-Americana como “prêmio de consolação”. É que ao serem eliminados do torneio nacional pelo Santos, que venceu a partida deste quarta-feira (22), por 3×1, na Vila Belmiro (SP), os rubro-negros garantiram automaticamente vaga na disputa continental. O primeiro adversário será o Bahia, em datas a serem definidas.

As atenções dos rubro-negros se voltam agora para o Brasileirão. O time retorna a campo no próximo sábado, às 19h30, quando enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, pela 15ª rodada. Para essa partida, o técnico Eduardo Baptista contará com os retornos do zagueiro Matheus Ferraz e do lateral-direito Samuel Xavier.

O JOGO

O Sport que iniciou a partida contra o Santos não lembrava em nada aquele de atuações convincentes no Brasileirão. Disperso, afobado, errando passes em excesso no meio e cometendo falhas grotescas no setor defensivo, o time leonino deu “calo na vista” nos primeiros 20 minutos. Dos 11 em campo, ninguém se salvou. Fez parecer mesmo que os rubro-negros não queriam bulhufas com a Copa do Brasil.

Sensação que se tornou ainda maior quando o Santos abriu o placar com apenas 1 minuto. Gabriel aproveitou um apagão da zaga leonina para invadir a área e marcar: 1×0. Os santistas poderiam ter feito mais, só que esbarraram nas próprias deficiências técnicas. Já o Sport ia se achando à medida que o tempo passava. Mas aí veio novo vacilo da defesa, que terminou com outro gol de Gabriel: 2×0.

Quando o Sport parecia abatido, diminuiu. Diego Souza marcou de falta, aos 39. No segundo tempo, iniciou melhor do meio para frente, mas a defesa continuava um “Deus nos acuda”. E foi em mais um erro de sua zaga que o Santos ampliou. Ewerton Páscoa ficou assistindo Geuvânio entrar livre na área e decretar o 3×1.

Confira os melhores momentos:

Comentários