Sport dá baile no Internacional e segue na liderança: 3×0

Sport venceu, convenceu e provou o porquê de ser o líder isolado do Brasileirão. Com atuação irretocável contra aquele que era considerado o seu adversário mais qualificado até agora, os rubro-negros atropelaram o Internacional, por 3×0, na noite desta quarta-feira (1º/7), na Ilha do Retiro, pela 10ª rodada. De quebra, mantiveram os 100% de rendimento em casa (seis vitórias) e chegaram aos 22 pontos – a dois de Atlético-MG (2º) e Grêmio (3º) e a três do Atlético-PR (4º) –, mantendo-se pela terceira rodada seguida na ponta.

Agora, o Sport jogará duas seguidas fora de casa: contra o Avaí, no domingo, em Florianópolis, e diante do Atlético-MG, dia 8, em Belo Horizonte. Até agora, os leões empataram as quatro como visitantes: Flamengo, Santos, Fluminense e Chapecoense.

A promessa de uma boa partida se cumpriu assim que a bola rolou na Ilha. Com propostas ofensivas, Sport e Inter se atiraram ao ataque e imprimiram velocidade ao duelo, principalmente nos primeiros minutos, em lances pelos lados. Num deles, com um minuto, Rafael Moura quase abriu o placar para os gaúchos. A bola passou rente à trave esquerda.

Daí em diante, o Sport se impôs em casa e transformou a partida em um verdadeiro monólogo em vermelho e preto. O primeiro ato foi uma roubada de bola no ataque, que acabou com Régis derrubado na área. Pênalti que André cobrou com categoria para fazer 1×0, aos 9 minutos. Vantagem que deu maior ímpeto aos rubro-negros, que poderiam ter ampliado em chutes de Rithely e Maikon Leite defendidos por Muriel.

O domínio do Sport era absoluto, e o segundo gol era questão de tempo. E ele saiu aos 29. Depois de um rebote da defesa colorada, Marlone bateu colocado e rasteiro no canto esquerdo: 2×0. O primeiro do meia-atacante no Leão, em sua estreia na Ilha.

Galeria de imagens

Legenda
Anteriores

Próximas


 

Atrás no placar, o Inter partiu para o ataque e deixou muitos espaços para o contragolpe. Era o que o Sport queria. E foi assim que os rubro-negros chegaram ao terceiro gol,numa arrancada de Régis, finalizada por André para o fundo da rede: 3×0. Nem o mais otimista torcedor imaginava que o Leão iria para o intervalo com uma vantagem tão cômoda.

No segundo tempo, o Sport teve maturidade e sabedoria para administrar a partida. O Inter, por sua vez, tinha maior posse de bola, mas esbarrava na bem postada defesa do Leão. E, quando conseguia finalizar, parava no paredão Danilo Fernandes, que fez três boas defesas. A principal delas numa cabeçada de Rafael Moura, aos seis minutos. O jogo se arrastou para o fim, com um convincente 3×0 para os líderes da Série A.

Nos demais jogos desta quarta (1º/7): Atlético-MG 2×0 Coritiba, Grêmio 1×0 Cruzeiro, Atlético-PR 2×1 São Paulo, Vasco 1×0 Avaí, Joinville 0x1 Flamengo e Palmeiras 2×0 Chapecoense. Nesta quinta (2/7), Corinthians x Ponte Preta e Figueirense x Goiás, às 19h30, e Fluminense x Santos, às 21h.

Comentários