Sport bate o Santos pela Copa do Brasil

Mesmo com seis desfalques e sem encarar a Copa do Brasil como prioridade, o Sport bateu o Santos por 2×1, nesta quarta-feira (20), na Ilha do Retiro, pela partida de ida da terceira fase. Os gols leoninos foram marcados por Régis e Renê, enquanto Lucas Lima descontou para os santistas. O confronto da volta, na Vila Belmiro, ainda não tem data marcada. Os leoninos se classificarão às oitavas de final com um empate. Quem não avançar do mata-mata vai disputar a Copa Sul-Americana.

O Sport retorna a campo no domingo, às 18h30, também na Ilha, só que pela Série A do Brasileiro. O adversário é o Coritiba, pela terceira rodada. Já o Santos visita a Chapecoense, às 16h, na Arena Condá, em Chapecó.

O JOGO

Foi um início de partida em altíssima velocidade e cheio de oportunidades. No primeiro lance, com apenas 13 segundos, o goleiro Danilo Fernandes salvou aquele que poderia ter sido o primeiro gol do Santos na Ilha. O zagueiro Durval escorregou, e a bola sobrou para Ricardo Oliveira, que chutou à queima-roupa. A resposta rubro-negra foi fatal. Aos 3, depois de bate-rebate, a bola sobrou para o meia Régis, que limpou um zagueiro Werley e bateu com categoria no canto direito de Vladimir: 1×0.

Depois do gol, o Sport recuou demasiadamente e passou a assistir ao Santos trocar passes no campo ofensivo. Os paulistas começaram a criar boas chances de empatar. A melhor delas, aos 18, quando Renê perdeu a bola dentro da área para Geuvânio, que obrigou o goleiro rubro-negro a mais uma defesa salvadora. Só que, dois minutos depois, Danilo Fernandes nada pôde fazer em um contra-ataque rápido do Peixe, que terminou com passe de Robinho para Lucas Lima invadir a área e bater à meia-altura: 1×1.

Depois do empate, a partida caiu no marasmo. Sport e Santos trocavam passes, mas sem objetividade. Lances dignos de registro se tornaram raros. Régis finalizou mais uma vez para o Leão, aos 32 minutos, enquanto Ricardo Oliveira respondeu para os santistas, aos 38. Em ambos os casos, as bolas foram longe, sem perigo. Assim, as duas equipes foram para o intervalo com o 1×1 no placar.

O roteiro do segundo tempo foi bem diferente daquele da etapa inicial. Sport e Santos retornaram a campo em câmera lenta e abusaram dos passes errados. Pareciam desinteressados com a partida. Assim, quase não criaram lances ofensivos. Os rubro-negros chegaram, aos oito minutos, em um chute de Joelinton que parou no zagueiro Werley. Os santistas responderam só, aos 22, quando Lucas Lima disparou uma bomba da intermediária, obrigando o goleiro Danilo Fernandes a fazer boa defesa.

Quando parecia que nada mais aconteceria na Ilha, o Sport voltou a estar à frente no placar. Aos 28 minutos, Renê lançou Régis pela esquerda. O meia invadiu a área e rolou para trás, para o próprio lateral-esquerdo bater de direita para o fundo da rede santista: 2×1. Daí em diante, a partida se arrastou em um marasmo só.

Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas


Comentários