Sobre os humanos, igualdade… Sobre nós

Quando falo em justiça social alguém pode dizer: hipocrisia, loucura. Mas quantos de nós refletimos esse tema? Simplesmente abrir a cabeça e começar a pensar? No Brasil é normal diminuir ou não dar credito à pensamentos como esses, simplesmente tentam te fazer acreditar que nem você acredita nisso. Isso se chama força da alienação. É mais fácil colocar obstáculos em teus pensamentos progressistas que se unir a você.
Temos uma educação pública de péssima qualidade, de quem é a culpa? Dos políticos, claro! Errado, não é só deles, acho que nós contribuímos com uma parcela significativa. Aprendemos que o que o sistema dita não pode ser modificado. Então é melhor se adequar a ele e viver de forma medíocre?
Pense e reflita, somos falhos, temos ambições isso é um fato, mas pensar que ter precariedade, que morrer de fome é consequência normal é no mínimo ignorância. Somos hipócritas, usamos pesos diferentes, falamos e condenamos o aborto, mas muitas vezes não estamos nem aí para os que vivem morrendo ao Deus dará nas ruas, na miséria. Não estou dizendo que a prática do aborto não é condenável e repugnante, pois ele é, só estou dizendo que não temos um consenso do que de fato é o “ser humano” e acabamos caindo em contradição .

Mas deixando um pouco isso que vos parece bla bla bla, e vamos ao centro do debate. Somos livres e se deixar levar por ideologias repugnantes só vai fazer nossa sociedade retroceder. Penso que tentar e lutar já é suficiente, mas acredito que você pode fazer a diferença. Pense e simplesmente use a seguinte analogia. O filho de um pobre não tem o que comer, vive em condições subhumanas e depois vai para uma “escola” sem um mínimo de condição, os professores são pessimamente remunerados, sem um mínimo de incentivo e muitas vezes acabam sendo heróis. Enquanto o filho de um rico vive só para ser educado. Não estou jogando a culpa nos ricos, só estou tentando mostrar que isso não é democracia.

Para chegar a uma democracia temos que dar pelo menos a mesma condição à todos no que concerne a educação, educação gratuita e de qualidade para todos, em tempo integral. Sem isso vamos ficar eternamente acorrentados a essa vergonhosa condição de 6ª economia do mundo com índices repugnantes de má distribuição de renda, discrepância social e altos índices de criminalidade.
Então pense, e reflita, nem tudo é necessário, a riqueza só serve para alimentar o ego, não estou dizendo que almejar conforto seja anormal, não, mas para tudo se tem um limite, inclusive o luxo. Pense no seu semelhante e vamos tentar mudar o sistema através de ações reiteradas, ao invés de buscar constantemente um culpado.

Comentários

Leave A Reply