Sistema Politico?

Quando falamos em sistema político nos vem a cabeça muita coisa , ou pra falar a verdade não nos vem nada. Além de um sufrágio que acontece de dois em dois anos. Mas fora isso ficamos as margens do conhecimento político e da participação.

Pra falar a verdade me sinto um pouco ‘fantoche” da máquina, um fantoche constituído de direitos, mas manipulado pela vontade de uma minoria que manda e desmanda no país. Não vejo uma luz no fim do túnel, vejo quiçá algo ofuscado, embaralhado. É visível o abismo que separa uma pessoa capacitada e bem intencionada que não tem recursos para investir em sua campanha e outros que estão em baixo das asas dos investidores milionários que derramam dinheiro para que algumas pessoas tendenciosas cheguem a cargos públicos.

Um exemplo marcante esse ano é o de Edilson Silva do PSOL , que foi o TERCEIRO vereador mais votado em Recife, mas por causa de uma legenda não se elegeu. Parece bizarro? E é bizarro! Na verdade o povo escolhe, mas o sistema derruba, o mesmo aconteceu em Camutanga, não estou tirando o mérito de ninguém, mas Toinho Da Venda foi o 9ª mais votado e também ficou de fora por causa da legenda. Mas isso é apenas a ponta dos problemas.

O sistema “representativo” está repleto de lacaios e de pessoas sem um mínimo de interesse coletivo, pra falar a verdade muitos estão apenas a disposição dos tais investidores. Como bem destacou Marcelo Freixo do PSOL do Rio que teve apoio maciço dos intelectuais e artistas, mas perdeu a eleição não para Eduardo Paes, mas para as corporações que investiram em sua campanha. Não há democracia meus caros, não há, o que existe é um cordão de marionetes, nos fazendo de bobos e tirando do povo a sua soberania.

Não existirá jamais uma revolução popular se não houver uma reforma profunda da política em nosso país e em nosso sistema educacional. Espero estar vivo para ver.

Comentários

1 comentário

Leave A Reply