Semana da Conciliação trabalhista promove 419 audiências no Recife

O Fórum Trabalhista do Recife vai receber 419 audiências de conciliação entre trabalhadores e empresas nos próximos cinco dias. A programação faz parte da I Semana Nacional da Conciliação Trabalhista, que começa nesta segunda (16) e segue até sexta (20) tentando diminuir a quantidade de processos em tramitação nos Tribunais Regionais do Trabalho (TRT) de todo o país.

Na capital pernambucana, serão analisados processos das 22 Varas do Trabalho do Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Cabo de Santo Agostinho. Patrões e empregados vão conversar com a mediação judicial no fórum trabalhista que fica no edifício da Sudene, no bairro do Engenho do Meio, Zona Oeste do Recife. Serão 84 audiências por dia, sempre a partir das 8h20. O juiz Eduardo Câmara será o responsável por mediar os encontros e tentar estabelecer acordos amigáveis entre empregados e empregadores.

Em entrevista ao Bom Dia Pernambuco desta segunda, a desembargadora Nise Pedroso contou que a maior parte dos processos que serão discutidos dizem respeito ao pagamento atrasado de indenizações e horas extras.  “Qualquer problema pode ir para a mesa de conciliação, basta que o processo esteja tramitando na justiça, mas esses são os assuntos  mais recorrentes na vara do trabalho”, conta a desembargadora, que organiza a Semana Nacional de Conciliação no Recife.

E, segundo Pedroso, a conciliação é vantajosa para todas as partes envolvidas no processo, pois acelera seu julgamento. “A conciliação é bem mais rápida, porque o processo não segue em ritmo normal até o final. E o acordo vale como sentença transitada e julgada. Ou seja, as partes satisfazem suas pretensões e se encerra ali a negociação”, explica a desembargadora.

Só nos anos de 2013 e 2014, quase 80 mil processos terminaram dessa forma segundo o Tribunal Regional do Trabalho de Pernambuco (TRT-PE). Por isso, as varas de trabalho do Recife já pensam em agendar mutirões de conciliação para continuar com esse trabalho após esta semana. A desembargadora Nise Pedroso ainda lembrou que todos que possuem um processo em tramitação podem pedir uma audiência de conciliação na Vara do Trabalho.

Comentários