Santa Cruz e Salgueiro decidem o título do Campeonato Pernambucano

Ineditismo do Salgueiro ou o 28º título do Santa Cruz? Feito histórico do Carcará ou supremacia coral com quatro taças nos últimos cinco anos? Essas perguntas serão respondidas hoje, a partir das 16h, no Estádio do Arruda, quando acontecerá o segundo ato da final do Centenário do Campeonato Pernambucano.

Após o 0x0 da última quarta-feira, no Cornélio de Barros, quando houve a supremacia técnica sertaneja e sorte do tricolor, as equipes voltam a se enfrentar numa partida na qual não poderá haver erros. Se, no jogo de ida, o Salgueiro pecou nas finalizações, o Santa Cruz falhou excessivamente na hora dos passes. Hoje, nenhum outro vacilo será permitido e qualquer erro, por menor que seja, poderá custar um título muito desejado por ambas as equipes.

Como na fase final não há o critério do gol qualificado, caso os times voltem a empatar por qualquer placar, o título será decidido nas penalidades. Assim, o vencedor vai faturar a taça do 101º Pernambucano.

Para o jogo de hoje, as equipes voltam a campo bem iguais. Se o Santa Cruz contará com o apoio de um Arruda praticamente lotado, o Salgueiro aposta na força do conjunto e no bom retrospecto diante do tricolor para se dar bem. Nos três encontros entre os times na competição, foram duas vitórias e um empate. Até agora, os corais não conseguiram fazer um gol sequer na meta salgueirense. É hora do tira-teima.

Do lado tricolor, o técnico Ricardinho está bem confiante numa melhora do seu time, após não ter demonstrado um bom futebol no Cornélio de Barros. “É aquela hora de colocar para fora toda a qualidade, o momento da excelência, de estar na sua melhor condição. Não pode deixar nada para depois. É a hora de qualificar o trabalho de toda uma competição”, acredita o treinador tricolor.

Sobre o time, ele, mais uma vez, optou pelo mistério. Como não foram bem no jogo do Sertão, pode ser que o volante Bileu e o meia Emerson Santos deem lugar a Edson Sitta e ao atacante Anderson Aquino. Caso as alterações se confirmem, o Santa Cruz vai a campo mais ofensivo e com mais qualidade técnica na cabeça de área.

Pelo Salgueiro, mesmo com a boa exibição da última quarta-feira, o técnico Sérgio China acredita que a defesa do Carcará ainda precisa melhorar. “Temos que evoluir no setor defensivo porque o Santa Cruz também teve oportunidades em Salgueiro. É preciso ter foco na defesa porque apenas uma falha já pode ser fatal na decisão”, explicou China.

Para também não ficar só se defendendo, o comandante sertanejo acredita no equilíbrio. “Futebol é imposição, e nós fizemos isso no jogo passado. No momento eme que eles tiverem a posse de bola, precisamos, como sempre, marcar forte. A nosso favor (com a posse da bola), agredir o adversário e tentar o gol porque só assim a outra equipe vai ter respeito por nós”, finalizou.

Comentários