Santa Cruz atropela o Central por 4×0 e encaminha passagem para a final

Sem maiores problemas, o Santa Cruz venceu o Central por 4×0, neste sábado (18), no Arruda, na primeira partida da semifinal do Campeonato Pernambucano, e encaminhou sua passagem para a decisão. O placar foi justo para os tricolores, que aproveitaram o fato de a Patativa ter atuado com dois a menos partir dos 25 minutos do segundo tempo para ampliar o marcador. No duelo de volta, dia 26, no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru, os corais podem perder até por três gols de diferença para passar à final. Aos alvinegros, resta vencer por quatro gols de diferença para levar a decisão aos pênaltis ou vencer por cinco para passar.

O Santa Cruz teve que entrar em campo sem o Raniel, que sentiu o joelho direito no último treino antes da partida. De acordo com o médico Wilton Bezerra, o jogador sofreu uma lesão no ligamento colateral medial e terá que passar por um exame de imagem.

Mesmo sem seu jovem meia, o Santa Cruz começou com grande volume de jogo. Logo aos 25 segundos Nininho invadiu a área pela direita e chutou forte para defesa de Bruno. O Central respondeu aos 2 minutos – após cruzamento pela direita, Candinho finalizou e Fred defendeu.

A partir dos dez minutos, só deu Santa. Aos 10, Biteco chutou de longe forte para defesa de Beto. Aos 28, Alemão cabeceou para fora após bola no alto. Já aos 37, a melhor chance. O Santa roubou a bola e João Paulo entrou na área, tocou pra Bruninho, e o volante chutou para fora.

Aos 39, em jogada parecida pelo lado esquerdo, João Paulo cruzou e Betinho se esticou, mas não conseguiu cabecear. Já aos 46, ele não voltou a errar. Renatinho cruzou na medida e Betinho superou a defesa, cabeceando no canto esquerdo de Beto, abrindo o placar.

No segundo tempo, o Santa começou em cima. No primeiro minuto, fez gol com Alemão após rebote de Beto, mas o zagueiro estava impedido e o tento foi anulado. Aos 15, as coisas ficaram mais fáceis. O volante alvinegro Juninho foi expulso após receber dois cartões amarelos seguidos, um por reclamação e outro por falta. Aos 22, o zagueiro Sinval também levou o cartão vermelho após levar amarelos por reclamação e falta.

Já com dois a menos, o lateral Madona, do Central, tentou fazer cera e ficou caído durante ataque do Santa. Os tricolores não colocaram a bola para fora e marcaram gol com Alemão, que aproveitou rebote de Beto após chute forte de Nininho. Alemão ainda ampliaria de cabeça, aos 43, e Betinho fecharia o marcador, aos 46, aproveitando falha da defesa alvinegra.

FICHA TÉCNICA

SANTA CRUZ
Fred; Nininho, Alemão, Diego Sacoman e Renatinho; Bileu, Émerson Santos, Bruninho (Nathan) e João Paulo (Thiaguinho); Biteco (Pedro Castro) e Betinho. Técnico: Ricardinho

CENTRAL
Beto; Ferreira, Sinval, Éverton e Madona; Natan (Fernando Pires), Jucemar Gaúcho, Juninho Silva e T. Laranjeira; Fabiano Tanque (William) e Candinho (Mattia Binatti). Técnico: Laelson Lima.

Local: Arruda. Árbitro: Sebastião Rufino Filho. Assistentes: Albino de Andrade e Wlademir Lins. Gols: Betinho (2) e Alemão(2). Cartões amarelos: Candinho e Beto (C). Expulsões: Juninho e Sinval (C)

Galeria de imagens

Legenda
Anteriores

Próximas


Comentários