Ronda Rousey usa letra do rapper Jay-Z para alfinetar Bethe Correia

A guerra começou. Após algumas trocas de farpas entre Ronda Rousey e Bethe Correia na coletiva de anúncio da luta entre as duas, no UFC 190, a americana decidiu partir para o ataque através da imprensa. Em entrevista ao talk show “The View”, a campeã da categoria fez um jogo de palavras referindo-se à brasileira usando a letra do rapper americano Jay-Z “I got 99 problems, but a bitch ain’t one”. Ronda substituiu a palavra “bitch”, que significa “vagabunda” pelo nome da brasileira, que ela pronuncia como “Betch”.

– Tenho 99 problemas, mas uma Bethe não é um deles – disse a lutadora, que apareceu como ampla favorita para a luta, pagando 15 para 1 nas casas de apostas de Las Vegas.

Clique aqui e veja o clipe de Jay-Z que inspirou a frase de Ronda.

Mesmo com os entrevistadores buscando a todo momento falar da sua vitória em apenas 14s contra Cat Zingano, e dizendo que a brasileira não seria uma adversária à sua altura por não ter mostrado ainda bons resultados contra lutadoras mais bem ranqueadas, Rousey fez questão de mostrar respeito por Correia, e disse que as lutas femininas são diferentes das masculinas pela forma como as mulheres encaram uma disputa física.

– Nenhuma adversária é fácil de vencer até que você a vença. Nós, lutadoras, somos diferentes dos lutadores, porque levamos as coisas para o lado pessoal. Os homens, após lutar, se abraçam, dão tapinhas na bunda e tudo mais. Já as mulheres, na maioria das vezes, terminam as lutas com raiva ainda. Não tem nada resolvido ali. Nós somos mais emocionais, e o instinto de lutar, nas mulheres, é diferente. Quando lutamos, somos programadas para proteger nossos filhos. Os homens lutam por orgulho ou status. Nós lutamos por sobrevivência ou pela proteção às nossas crianças.

.

 

Comentários