Ricardinho é apresentado e vê Santa Cruz como grande desafio da carreira

O Santa Cruz apresentou oficialmente no final da tarde desta segunda-feira, no auditório do Arruda, o técnico Ricardinho para comandar o time na temporada 2015. Ele foi apresentado ao lado do gerente de futebol, Ataíde Macedo, do vice-presidente Constantino Junior e do ex-presidente Rodolfo Aguiar.

Nas primeiras palavras, o jovem treinador falou sobre os desafios de comandar um time que terá apenas duas competições para disputar e fez elogios à torcida coral. Ricardinho acredita que o Santa será o grande desafio de sua breve carreira como técnico. “Este será um dos grandes desafios nestes meus quatro anos de carreira. Quem trabalha no futebol sempre busca desafios e num time grande tem que ser assim. Hoje sou ainda um ex-jogador que virou técnico e espero um dia ser um treinador que já foi jogador”, disse. “O Santa tem uma torcida apaixonada e participativa e que faz a diferença em campo”, completou.

Quando perguntado sobre a ausência do time na Copa do Brasil e no Nordestão, o técnico disse que o time terá responsabilidade maior no Estadual e na Série B por ter um calendário mais ‘enxuto’ em relação aos rivais. “Como não vamos ter duas ou três competições com jogos em datas próximas vamos ter mais tempo para trabalhar e assim poderemos ter mais êxito nas que iremos disputar”, acredita.

Aos 38 anos, Ricardo Luiz Pozzi Rodrígues, irá comandar o seu quarto clube, sendo o segundo do Nordeste. Em 2013 passou pelo Ceará. Se a carreira de treinador ainda está nos primeiros passos a de jogador foi bastante vitoriosa. No Corinthians o ex-meia conquistou os principais títulos da carreira – Campeonato Mundial de Clubes da FIFA (2000); Campeonato Brasileiro (1998 e 1999); Copa do Brasil (2002); Campeonato Paulista (1999 e 2001) e Torneio Rio-São Paulo (2002).

O Paraná também foi marcante na vida do ex-meia, já que foi no Tricolor de Curitiba que ele iniciou as carreiras de jogador e, depois, técnico. No entanto a sua maior conquista foi o pentacampeonato mundial com a Seleção Brasileira em 2002. O contrato do novo técnico vai até o final de 2015.

Comentários