Renato Russo completaria 53 anos nesta quarta

Se estivesse vivo, Renato Russo completaria 53 anos nesta quarta-feira (27). Líder da chamada “geração Coca-Cola”, é considerado quase um messias para os jovens da década de 1980, quando o rock de Brasília explodiu e marcou a história da música no País.

Batizado de Renato Manfredini Júnior, Renato Russo começou sua carreira musical ainda na década de 1970, com o Aborto Elétrico. O grupo fez parte da Turma da Colina, movimento de bandas do Planalto Central criado durante o período.

Apesar do reconhecimento de sua primeira banda, a consagração veio mesmo poucos anos depois, com o Legião Urbana – considerado um dos nomes mais importantes do cenário nacional. Entre seus maiores sucessos estão Meninos e Meninas, Será, Eduardo e Mônica,Faroeste Caboclo, entre outras.

Homossexual assumido desde os 18 anos, o “poeta do rock” permaneceu no grupo até o dia de sua morte, em 11 de outubro de 1996, em decorrência de complicações causadas pelo vírus HIV. Pesando 45 quilos em seus últimos dias, ele se descobriu soropositivo em 1989, mas não revelou a doença publicamente.

 

A banda encerrou suas atividades exatos 11 dias após sua morte. Em 2009, os integrantes remanescentes voltaram a se apresentar com o mesmo nome, com Toni Platão nos vocais. Amigos da década de 1980 também ajudaram a segurar os shows, como Herbert Viana, Philipe Seabra (Plebe Rude), Frejat e Dinho Ouro Preto.

Em 2012, o mesmo voltou a ocorrer, desta vez com o ator Wagner Moura ocupando o posto que foi de Renato Russo.

No próximo dia 3 de maio estreia nos cinemas brasileiros Somos Tão Jovens, longa estrelado pelo ator Thiago Mendonça que leva às telonas a dramatização da trajetória de Russo, desde a adolescência, em suas “aulinhas de inglês”, até o primeiro show do Legião no Circo Voador, no Rio de Janeiro, em 1982.

Veja o trailer do longa

httpv://www.youtube.com/watch?v=9_pgN0sTmrY

Comentários

Leave A Reply