Red Hot Chili Peppers encerram o segundo dia do Rock in Rio

Depois do show incendiário do Capital Inicial e da esfriada com o Snow Patrol e seu repertório majoritariamente desconhecido, cabia aos Red Hot Chili Peppers a difícil tarefa de aquecer os cariocas na fria noite de início de primavera, no ingrato horário da 1h20m da madrugada (uma hora depois do previsto). E eles tiraram de letra: Anthony Kiedis (vocais), Flea (baixo), Chad Smith e o novato Josh Klinghoffer (guitarra, em sua estreia em solo carioca), reforçados pelo percussionista brasileiro Mauro Refosco, suaram as camisas, com um show repleto de jam sessions e com uma alternância bem sacada entre sucessos e canções do recém-lançado disco “I’m with you”, e saíram consagrados pela melhor apresentação das quatro que fizeram no Rio, começando pelo Hollywood Rock de 1993.

Esquisitão de bigode e cabelo caído sobre os olhos, Kiedis mostrou a forma física de sempre, pulando como um babuíno, e uma forma vocal melhor do que a habitual, cravando os versos mais rápidos e atingindo sem problemas as notas agudas de músicas como “Californication” e “Under the bridge” — duas das mais cantadas pelo público.

A sempre afiada dupla Flea-Smith mostrou-se azeitada como nunca, e reforçada pela guitarra de Klinghoffer, mais roqueira e mais presente do que a de seu antecessor, o festejado John Frusciante; Refosco, com seu berimbau e tamborins, ainda dava um molho maior ao caldo.

Entre velharias como “Me and my friends” e novidades como “Monarchy of roses”, os Chili Peppers – que homenagearam Rafael Mascarenhas, filho da atriz Cissa Guimarães morto em 2010, que os tinha como sua banda favorita e completaria 20 anos neste sábado, usando, no bis, camisetas com o rosto do rapaz estampado -, quase aos 30 anos de carreira, parecem finalmente ter atingido o auge no que diz respeito a apresentações ao vivo.

 




 

Assista o show completo do Red Hot Chili Peppers no Rock in Rio aqui, no Camutanga News!



Comentários

1 comentário

  1. Mto foda o show do Red Hot! Bandas de verdade são assim. Mesmo com o tempo não caem na mesmice e continuam produzindo música de qualidade.

Leave A Reply