Reage Dilma!

Faz pouco tempo, para ser mais exato 6 meses quanto pintei o rosto, vesti uma camisa rubro, fui as ruas e entusiasmado e vibrante gritei e desabafei com a vitória de Dilma, sua reeleição. Uma expectativa de que tudo seria pelo povo “ah, um governo verdadeiramente democrático!”. Meu coração palpitava, uma esperança renascida não só minha, mas de milhares de militantes do PT e da esquerda Brasileira.

Tudo foi vendaval, mal Dilma assumiu e o golpe no estomago, tipo um coice atingiu a todos os progressistas esperançosos. Ajustes fiscais, diminuição em direitos trabalhistas, cortes no orçamento, e na educação que segura o slogan “Pátria educadora”, pátria que através de seus estados federados joga bombas dos helicópteros em professores e se nega a dialogar. Tudo aumenta para o trabalhador, que neste país das senzalas paga a conta de tudo.

O trabalhador sonhador com democracia, com equidade se vê nas cordas de um ringue apanhando sem parar esperando tão somente ir a nocaute. E Dilma continua a apanhar, não reage, o PT não reage e com isso os setores conservadores vão feudalizando nossa frágil democracia, terceirização, perdão das dividas dos planos de saúde, vitorias do agronegócio com a aprovação na Câmara da retirada da  obrigatoriedade do rotulo de produtos transgênicos.

A constituição é rasgada, donos de emissoras, Deputados e Senadores manipulando informações, a Globo e seus ventríloquos comemorando 50 anos de alienação da massa, taxação das grandes fortunas que nem sai do papel, mas que é previsão Constitucional, sonegação fiscal, ricos enviando fortunas para a suíça e paranoicos nas ruas pedindo intervenção militar e coisas do Gênero.

Realmente, é deprimente ver um cenário que há 6 meses era de profunda esperança, se tornar terreiro do PMDB, construtoras, ruralistas e conservadores em geral tudo com o Monarca Eduardo Cunha no comando.

Comentários