Professores terão dias de greve descontados da remuneração

Os professores da rede estadual de ensino que aderiram a greve terão os dias de paralisação descontados da remuneração. A informação foi divulgada por meio de nota, na noite desta segunda-feira (13), pelo governo do Estado.

Ainda de acordo com nota, a retomada da negociação só será realizada caso haja a suspensão da greve e, consequentemente, retorno da categoria ao trabalho.

Os servidores contratados temporariamente que aderirem à paralisação poderão ter os seus contratos de trabalho rescindidos, já os servidores lotados nas escolas de referência que aderirem à paralisação poderão ser removidos para posterior localização em outra unidade de trabalho, sendo aberto processo para a substituição dos seus cargos.

Nesta terça-feira (14), uma portaria será publicada no Diário Oficial do Estado, sobre os procedimentos em relação à greve dos profissionais da educação. A portaria vai determinar a apuração da frequência dos servidores que não comparecerem nas unidades de trabalho da Secretaria de Educação.

O Sindicato dos Profissionais em Educação de Pernambuco (Sintepe) decretou greve, por tempo indeterminado, na última sexta-feira (10). Decisão foi tomada em assembleia por 1.500 professores na quadra de esportes do Clube Português, na área central do Recife.

A principal reivindicação dos profissionais é o pagamento do reajuste de 13,01% do piso salarial do magistério para todos os docentes e não apenas para aqueles que tem magistério, como foi aprovado pelo Legislativo.

 

Primeiro dia

De acordo com levantamento feito pela Secretaria de Educação nas escolas da Rede Estadual de Ensino,referente ao primeiro dia de greve dos professores nesta segunda-feira (13),  55% das escolas (574 unidades) não paralisaram suas atividades, 23% pararam parcialmente (239 escolas) e 22% paralisaram totalmente (232 escolas). O levantamento é referente às aulas do turno da manhã.

Devido à confirmação da adesão à greve de apenas algumas escolas, a Secretaria de Educação reforça a solicitação para que os pais ou os responsáveis entrem em contato com as unidades de ensino para saber se a escola está com as atividades normalizadas e, em caso positivo, encaminhem os estudantes para as escolas.

 

Comentários