Prefeito de Timbaúba tem processo arquivado

Marinaldo Rosendo de Albuquerque, prefeito do município de Timbaúba teve o processo contra ele arquivado pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). O político vinha sendo investigado, junto com outras três pessoas, por conta de suspostas irregularidades encontradas em um depósito de bebidas de propriedade do prefeito.

O caso aconteceu em dezembro de 2010, segundo o processo, dois fiscais da Vigilância Sanitária da Prefeitura de Mairinque, em São Paulo, encontraram no depósito de Henrique Paulo Santana (um dos investigados), em São Paulo, 222 mil latas de energético fora do prazo de validade. A partir de então começou-se a investigar se havia adulteração do prazo por parte dos funcionários do depósito.

A bebida foi apreendida, durante as investigações, descobriu-se que o Marinaldo era o dono dos energéticos apreendidos e que, como o energético é importado dos Estados Unidos, teria ficado no depósito de Henrique por questão de logística.
Marinaldo também passou a ser investigado. Ele chegou a ser indiciado em São Paulo, mas, por ser prefeito em Pernambuco, o caso veio para julgamento do TJPE, onde acabou arquivado. Segundo o TJPE, não há indícios suficientes para denunciar os imputados pela prática dos crimes.

 

Comentários

Leave A Reply