Precisamos de mais liberdade e mais igualdade.

Para muitos filósofos esse ainda tem sido um tema que traz certos incômodos. Como ter uma sociedade livre e igualitária? Penso que a perplexidade do tema no cerne não é e nem deveria ser tão turbulenta.

Liberdade é o respeito que temos sobre nossos conceitos e o respeito que atribuímos a nossos semelhantes. Igualdade é tentar enxergar nossos irmãos humanos em tal condição e não apenas como parte que deve ser suprimida de direitos e dignidade.

Penso que não existe diferença, penso que todos temos o direito de expressão irrestrita, e ilimitada, desde que saibamos reconhecer que existem valores que vão muito além de certos radicalismos ou fundamentalismos. Ninguém é e nem deve ser obrigado a falar ou manter relação com quem quer que seja, mas deve respeitar o direito de escolha de cada cidadão. Nossa sociedade ainda é hipócrita e machista, e infelizmente muitos dos direitos que podíamos adquirir são ceifados por pensamentos reacionários.
Para chegarmos a uma sociedade realmente livre e igual devemos pensar no próximo, e quando falo no próximo não falo em caráter simplesmente altruísticos, mas no próximo incluído no fator coletividade, pois para um desenvolvimento real temos que ter participação de todos, sem tantas discrepâncias sociais, e que todos tenham no mínimo aceso à educação, saúde, moradia, isso tudo claro de qualidade, sem as maquiagens que o sistema coloca para disfarçar as rugas que ele mesmo constrói.

Comentários

Leave A Reply