Polícia Federal faz perícia em prédio do Ministério da Fazenda após desocupação do MST

Desocupação do prédio do Ministério da Fazenda, no Bairro do Recife. / Foto: Guga Matos/JC ImagemDesocupação do prédio do Ministério da Fazenda, no Bairro do Recife.

Após oito horas de ocupação, os integrantes do MST desocuparam o prédio do Ministério da Fazenda, no Bairro do Recife. A invasão aconteceu na manhã desta segunda-feira, às 8h, e contou com cerca de 500 trabalhadores de todas as regiões do Estado. A mobilização fez parte do Dia Nacional de Luta em Defesa da Reforma Agrária para protestar contra cortes no orçamentos de reforma agrária, educação e saúde. A Polícia Federal enviou uma equipe ao local para realizar uma perícia.

Segundo os manifestantes, os cortes de verba chegaram a 50% – de R$ 3,5 bilhões, foram destinados apenas R$ 1,8 bilhão. A manifestação aconteceu em nível nacional atingindo 24 Estados do País.

O MST Nacional foi recebido por representantes do governo, em Brasília, o que acarretou a desocupação nos demais estados. Em Pernambuco, Cristiane Albuquerque, coordenadora nacional do MST, confirmou a desocupação do prédio do MF. Segundo a representante, a passeata que aconteceria com destino ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) e Caixa Econômica, não será mais necessária, visto que o grupo nacional foi recebido. Às 16h30, representantes do MST foram recebidos em reunião em Brasília.

Segundo a organização do movimento em Pernambuco, a invasão ao prédio do Ministério da Fazenda aconteceu de forma pacífica. Porém, os seguranças do local afirmam que os manifestantes, ao forçarem a entrada no órgão, quebraram as portas de vidro. Durante toda movimentação, viaturas da Polícia Militar e guardas municipais, além de agentes da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) estiveram presentes.

Do Jornal do Comércio
Foto: Guga Matos/JC Imagem

Comentários