Pernambuco é vice-líder em mortes por choque elétrico no Nordeste

Para a Celpe, as principais causadas desses acidentes estão relacionadas às intervenções indevidas na rede de elétrica

Com 51 casos contabilizados em 2014, Pernambuco é o segundo estado do Nordeste com maior número de mortes por choque elétrico. O estudo foi divulgado nesta terça-feira (24) pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel). Em vias públicas, pelo menos 12 pessoas vieram a óbito, entre elas o menino Ênio Marcondes Ferreira de Brito, 11 anos, que pisou num fio solto de baixa tensão em Pau Amarelo, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

Pernambuco só perdeu para a Bahia, que registrou 68 mortes por choque elétrico no ano passado. Para a Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), as principais causadas desses acidentes estão relacionadas às intervenções indevidas na rede de elétrica, como ligações clandestinas e avanço de construções civis irregulares sobre a fiação.

No Brasil, segundo a Abracopel, foram contabilizadas 627 mortes por choque elétrico em 2014. Um aumento de 6% em relação a 2013, quando o país registrou 592 óbitos. Estatisticamente, 8,13% dos casos no ano passado aconteceram em Pernambuco.
"Esse resultado demonstra o descaso das pessoas. Hoje em dia há maior acesso à energia, aos equipamentos eletrônicos. Consequentemente, os riscos acabam aumentando. O grande problema é a falta de conscientização das pessoas por não conhecer os riscos ou por ignorá-los", avaliou o engenheiro Edson Martinho, diretor executivo da Abracopel.

O episódio de morte por choque elétrico que teve maior repercussão em Pernambuco, no ano passado, foi o de Ênio Marcondes. Ele andava pela Rua Irã, no Loteamento Conceição, quando pisou num fio de baixa tensão e sofreu a descarga elétrica. Segundo testemunhas, aquela era a terceira vez que o fio caía na rua e, apesar de ter sido acionada, a Celpe não havia feito o reparo. A criança morreu a caminho de socorro.

Após seis meses de investigações, a Agência Reguladora de Pernambuco (Arpe) decidiu aplicar multa no valor de R$ 173 mil à Celpe. O valor corresponde a 0,0058% do faturamento líquido anual da empresa e será recolhido ao governo federal, como determina resolução normativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Prevenção

Segundo a Celpe, como medida preventiva adotada para diminuir o número de acidentes, regularmente são promovidas campanhas educativas em todo o estado, por meio de veículos de comunicação, alertando a população para os riscos de interferir na fiação elétrica.

Em relação às ligações clandestinas de energia, a Companhia informou que foram realizadas aproximadamente 120 mil inspeções e aplicados R$ 65 milhões para coibir a prática ilegal. A previsão, neste ano, é de que sejam realizadas cerca de 125 mil inspeções em toda a área de concessão da empresa.

“A Celpe reforça que apenas profissionais capacitados e, comprovadamente, a serviço da companhia têm autorização para subir em postes e interferir na rede elétrica. A empresa enfatiza que furto de energia é crime previsto no Código Penal Brasileiro”, informou nota oficial.

Estatísticas de mortes por choque elétrico em 2014

51 casos em Pernambuco

12 em áreas urbanas externas (ruas, praças, quadras)
19 em residências
5 em rede aérea de distribuição
2 em áreas rurais internas (sítios, fazendas)
7 em áreas rurais externas (campo, bomba, poços)
6 mortes foram em outros locais (indústria, comércio etc)

266 casos no Nordeste

Bahia – 68
Pernambuco – 51
Ceará – 35
Alagoas – 28
Piauí – 26
Paraíba – 20
Maranhão – 19
Rio Grande do Norte – 14
Sergipe – 5

627 casos no Brasil

Por região:

42% no Nordeste
20% no Sudeste
19% no Sul
10% no Centro-Oeste
9% no Norte

Por sexo:

560 homens
67 mulheres

6% de aumento em relação a 2013

Dicas de segurança nas ruas

Pipas

Procure lugares abertos como parques, praias ou campo de futebol para soltar pipas ou jogar bola

Locais de Riscos e Subestações

Não permita crianças jogando bola ou empinando pipas próximas de locais com existência de alta tensão

Postes e Torres de Energia

Não suba em postes e em torres de alta tensão. Somente pessoas autorizadas podem realizar qualquer intervenção nas estruturas

Fio Caído no Solo

Em caso de fio caído não se aproxime. Oriente outras pessoas para manterem distância do local e ligue para Celpe

Ligação Clandestina

Ligação clandestina ou gambiarras colocam em risco a vida de todos, prejudica o fornecimento de energia e é crime. Denuncie pelo telefone 0800.081.0196

Poda de Árvore

Em caso de poda de árvore que esteja próxima à rede elétrica chame a Celpe

Dicas de segurança nas residências

Cuidados com o chuveiro elétrico

Não mude a chave de regulagem da temperatura enquanto toma banho, pois se houver vazamento de corrente elétrica, o risco de choque é grande

Sinal de vazamento de corrente

Percebendo vazamento de corrente ou defeito nos interruptores, não toque nestes equipamentos. Desligue o disjuntor ou chave geral antes de reparos

Troca de lâmpadas

Quando for trocar lâmpada à noite, não esqueça de iluminar o local com velas ou lanternas. Segure a lâmpada pelo bulbo (parte de vidro) e nunca pelo soquete (parte metálica)

Secar roupa atrás da geladeira

Não use a parte de trás da geladeira para secar roupas. Isso sobrecarrega o aparelho, aumenta o consumo de energia e aumenta risco de choque

Fontes: Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), Celpe

Comentários