Pedreiro é preso por abusar sexualmente enteada em Camutanga

Um crime que durou cinco anos chegou ao fim, na tarde desta terça (02), após um adolescente denunciar a polícia que sua irmã, uma estudante de 12 anos, era abusada sexualmente, pelo seu próprio padastro. O cenário do crime era a residência da vítima, onde a estudante dividia o teto com o pedreiro, autor do crime, no município de Camutanga.

José Carlos Dias Batista, 32 anos, conhecido como Cacau, foi preso por agentes da delegacia do município após o irmão da vítima entregar imagens que comprovavam o estrupo. Uma das imagens mostrava o pedreiro se masturbando em cima do corpo da menina.

Joca confessou o crime. O acusado foi autuado em flagrante por estrupo de vulnerável.

Comentários

1 comentário

  1. NOTA DE ESCLARECIMENTO

    O Camutanga News gostaria de informar que os comentários acima foram removidos. Lembrando que não será aceito qualquer conteúdo possuindo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.

    Neste caso em especial, usaram o nome do nosso amigo, Ricardo de Tata, para escrever um comentário infeliz. Já fomos contactado pelo mesmo informando que não foi ele escreveu o referido comentário.

    O Camutanga News pede desculpas a Ricardo de Tata, que é uma pessoa de bem e temos a certeza que nunca iria escrever tais comentários diante de um fato tão sério que é o mencionado na notícia.

    Para que fatos como esse não aconteçam mais, informamos também que a partir de agora, comentários no site só serão permitidos se você estiver conectado no facebook, para que o usuário tenha sua identidade preservada e ninguém use o nome de alguma pessoa indevidamente.

    Atenciosamente,
    Camutanga News.