Nova rotina na Ilha do Retiro

A rotina dos rubro-negros passará por pequenas alterações nessa semana afim de que o elenco possa se adaptar ao horário da partida de domingo (31), às 11h, contra o Santos, pela 4ª rodada do Brasileirão, na Vila Belmiro (SP). Os jogadores do Sport serão orientados a ir dormir e acordar mais cedo nos próximos dias, além de reforçarem o café da manhã com carboidratos e proteínas. Outra recomendação é para que cuidem da hidratação até lá.

A “cartilha” com as orientações será repassada aos jogadores nesta quarta-feira (27), quando retornam aos treinos após dois dias de folga. Até o sábado, o técnico Eduardo Baptista comandará três treinos pela manhã, sendo o último deles em São Paulo. Normalmente, é uma atividade matinal por semana. “Não tem muito o que fazer. É adaptar os atletas ao horário e à temperatura, reforçar o café da manhã e a hidratação, e dar uma atenção especial ao sono”, resumiu o preparador físico leonino, Luís Fernando Goulart.

No dia da partida, o café da manhã será antecipado para as 7h30. No cardápio, prioridade para carnes brancas (proteínas) e massas (carboidratos). Depois disso, só estará liberado o consumo de frutas. Antes mesmo de a bola rolar, os atletas serão orientados a aumentar a ingestão de água e isotônicos para evitar a desidratação por conta do calor. De acordo com a agência Climatempo, na hora do jogo, a temperatura em Santos deve variar entre 18ºC e 24ºC.

“Por atuarmos no Nordeste, os jogadores não devem sentir tanto os efeitos da temperatura. Mesmo assim, é preciso dar uma atenção especial ao processo de hidratação antes e durante a partida”, afirmou Luís Fernando Goulart, que acredita em uma partida mais cadenciada por parte das dois times. “Os jogadores não vão entrar na correria, pois precisarão se poupar para aguentar os 90 minutos. Deve ser um jogo disputado em um ritmo mais lento do que o habitual”, completou.

Para o volante Neto Moura, de 18 anos, o horário da partida contra o Santos não deve ser problema para os rubro-negros. O prata da casa lembrou que até pouco tempo, nas divisões de base, era comum disputar jogos pela manhã. “Temos um time jovem e que está acostumado a essas partidas pela manhã, pois na base é muito comum entrar em campo nesse horário”, comentou. “Já os mais experientes não correm errado dentro de campo. Sabem dosar o desgaste físico”, completou.

Comentários