Náutico vai iniciar reformulação do elenco para a Série B

A diretoria de futebol do Náutico definiu uma lista de jogadores que não irão ficar para a Série B do Brasileiro. A maioria são da base, que estão no grupo profissional. Apesar de os dirigentes não terem divulgados os nomes, muitos dos garotos devem ser emprestados. Outros atletas, que foram contratados, também podem ser liberados. O objetivo é qualificar o elenco para a Segundona. O técnico Lisca teve várias reuniões com a diretoria antes da eliminação do Campeonato Pernambucano, no domingo (5/4), quanto o time perdeu por 4×1 para o Salgueiro. Um resultado que tirou o alvirrubro da Copa do Nordeste de 2016 e só aumentou a crise.

O tropeço diante do Carcará foi o segundo da temporada. No dia 18 de março, o Náutico foi eliminado do Nordestão pelo adversário ao perder por 3×1. Portanto, duas eliminações seguidas. Além disso, com o fracasso no Estadual, o Timbu completou 11 anos sem conquistar o título.

“Estamos trabalhando com a diretoria. Todos sabem das nossas necessidades. É preciso qualificar o grupo, pois nosso objetivo é apagar tudo que passou, fazer uma grande Série B e conquistar o acesso à Série A”, acredita Lisca.

Um jogador está contratado. O volante Marino, ex-Sport, atualmente no São Bernardo-SP, deve chegar até sexta-feira (10). Outros nomes foram especulados. O zagueiro Fabiano Eller e os laterais Everton Silva e Jonas, outro ex-Sport, todos do Red Bull-SP.

Após a folga da segunda-feira (6),  o grupo retorna aos treinos nesta terça-feira. O time só volta a jogar na quarta-feira (15), na partida pela Copa do Brasil contra o Brasília, na Arena PE. No jogo de ida, o Timbu venceu por 1×0 e só precisa de um empate para ir à segunda fase.

MARCOS VINÍCIUS
A negociação envolvendo o meia Marcos Vinícius ainda não está fechada. O jogador foi emprestado ao Cruzeiro. O clube mineiro pagou por 20% dos direitos econômicos e teria de pagar mais 30% para completar os 50% até junho.
Na verdade, a diretoria do Cruzeiro poderia desembolsar muito mais e a negociação chegaria a R$ 900 mil. Mesmo assim, os mineiros querem diminuir esse valor e colocar alguns jogadores na transação como o zagueiro Thiago Carvalho e o lateral-esquerdo Diego Renan.

Comentários