Náutico perde no Sertão e não se classifica para as quartas de final do Nordestão

O Náutico não foi capaz de garantir a vaga para as quartas de final da Copa do Nordeste, ao perder por 3×1 para o Salgueiro, no Cornélio de Barros, no Sertão de Pernambuco, na noite desta quarta-feira (18). O Carcará se classificou em primeiro lugar no grupo C com 10 pontos e o Náutico ficou com 8 logo abaixo, mas não conseguiu se classificar entre os melhores segundos colocados. Os gols da partida foram marcados por Anderson Lessa duas vezes e Ranieri, e Josimar descontou para o Timbu.

O técnico Lisca surpreendeu na escalação ao colocar o volante Anderson Preto na lateral direita no lugar de Guilherme. No ataque escalou Renato ao lado de Josimar. Uma demonstração de que pretendia deixar o Náutico mais ofensivo. Logo a um minuto, Josimar cruzou da esquerda e o lateral Gaston Filgueira não aproveitou. Aos três minutos, o meia Bruno Alves cobrou falta e o zagueiro Rogério desviou e o goleiro Luciano salvou evitando um gol contra. Depois desses dois lances, o Carcará equilibrou a partida e teve uma chance aos cinco minutos, quando o atacante Anderson Lessa tentou encobrir o goleiro Júlio César, que fez boa defesa. Um minuto depois, o zagueiro Flávio sentiu a coxa direita e saiu para a entrada do lateral Guilherme. Com a mudança, Lisca abriu mão dos três zagueiros.

Após a modificação, o Náutico ficou vulnerável. O Salgueiro passou a pressionar. Aos 14, após cobrança de escanteio, o zagueiro Rogério cabeceou e Júlio César salvou. No entanto, aos 23, depois que o lateral Lúcio lançou na área, o volante Vítor Caicó bateu forte. A bola foi para Anderson Lessa cabecear e fazer 1×0.

O Náutico perdeu um pouco a padrão de seu jogo, chegava muito na frente, mas sem objetividade. Assim, aos 30, o meia Cássio Ortega cobrou escanteio e Júlio César falhou. Na sobra, Ranieri, de cabeça, fez 2×0, mas antes empurrou o zagueiro Welton Felipe e o árbitro Marcelo de Lima Henrique errou ao não marcar a falta. Lisca, revoltado, insistiu na reclamação e foi expulso.

No segundo tempo, o Náutico partiu para cima. Logo aos dois minutos, Renato em jogada individual finalizou para fora uma boa oportunidade. O Salgueiro, porém, não errou. No contra-ataque, Valdeir serviu Anderson Lessa, que só teve o trabalho de tocar para fazer 3×0, aos 22. Dois minutos depois, o Timbu perdeu o zagueiro Elivélton, com suspeita de ter rompido o tendão do é direito. Diego entrou no seu lugar, mas aos 30 foi expulso junto com o lateral Lúcio, do Salgueiro. Nos acréscimos, Josimar, em bela jogada, marcou o único gol alvirrubro.

FICHA DO JOGO
Salgueiro: Luciano; Marcos Tamandaré; Ranieri, Rogério e Lúcio; Rodolfo Potiguar, Moreilândia, Vítor Caicó (Kanu) e Valdeir; Cássio Ortega e Anderson Lessa (Marlon). Técnico: Sérgio China.

Náutico: Júlio César; Elivélton (Diego), Welton Felipe e Flávio (Guilherme); Anderson Preto (Jefferson Nem), João Ananias, Fillipe Soutto e Bruno Alves; Renato e Josimar. Técnico: Lisca.

Local: Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro. Árbitro: Marcelo de Lima Henrique. Assistentes: Fernanda Colombo e Ricardo Chianca. Gols: Anderson Lessa aos 23, Ranieri aos 30 minutos do 1º tempo, Anderson Lessa aos 22, Josimar aos 46 do 2º. Renda: R$ 20.330. Público: 8.950. não divulgados. Cartões amarelos: Renato, Welton Felipe (N), Ranieri (S). Expulsões: Diego (N) e Lúcio (S) aos 30 do 2º.

Comentários