Náutico atento e com time forte para enfrentar o lanterna Mogi Mirim

O técnico Lisca preferiu não correr muitos riscos e voltou atrás na decisão de poupar alguns titulares e o Náutico vai com a sua força máxima contra o lanterna Mogi Mirim, que soma apenas três pontos e não venceu ninguém. O jogo será realizado nesta tarça-feira (7/7), às 19h30, no Romildo Ferreira, em Mogi-SP, pela 11ª rodada da Série B. O alvirrubro é o 3ª colocado com 21 pontos, mas está sendo perseguido de perto por América-MG (4º, com 20 pontos), Vitória (5º, com 19) e o Bahia (6º, com 18).

Para tomar a decisão, o técnico teve o aval do fisiologista Cléber Queiroga. Assim, o zagueiro Fabiano Eller, que seria poupado, foi confirmado no treino da manhã da segunda-feira (6), antes da viagem para Mogi Mirim. O lateral Guilherme também joga e com isso, Lucas Farias segue como opção na reserva.

O único ausente é o volante Willian Magrão, mas devido a suspensão pelo terceiro cartão amarelo. No entanto, João Ananias, um dos titulares, retorna no lugar do companheiro. O volante Gil Mineiro, autor do gol da vitória por 2×1 sobre o Oeste, sábado passado, permanece no time na vaga do meia Patrick Vieira ou do atacante Renato.

“A situação de Patrick e Renato vou definir momentos antes do jogo. A dúvida é devido a questão física e vai jogar quem estiver melhor depois da última avaliação”, afirmou Lisca.

O treinador, no entanto, não espera vida fácil contra o lanterna. “Um time na situação do Mogi Mirim é sempre mais perigoso. Eles querem uma recuperação e não podemos facilitar. Temos que fazer o nosso jogo, marcar forte, sermos agressivos no ataque. Afinal, queremos a manutenção no G-4”, argumentou o técnico timbu.

RIVALDO
Um assunto que dominou os alvirrubros foi em relação ao presidente do Mogi Mirim, Rivaldo, 43 anos. O meia havia se aposentado em março de 2014. Mas há 15 dias voltou a treinar para retomar a carreira e ajudar o clube a se livrar o rebaixamento. O campeão mundial de 2002, porém, ainda não jogou, mas pode até ser escalado pelo técnico Sérgio Guedes diante do Timbu.

Lisca, porém, falou de Rivaldo com muito respeito. “É um grande jogador, foi o melhor do mundo. Talvez, não tenha um boa condição física, mas com a experiência e o toque de bola, merece muito cuidado, caso entre no jogo.”

O volante João Ananias também falou com respeito. “Não podemos desmerecer Rivaldo pela idade e porque não joga há mais de um ano. Se entrar terei o prazer em marcá-lo.”

Comentários