Mulher pede ajuda após achar que havia matado marido no aniversário

Um homem sofreu graves queimaduras após sua esposa jogar óleo quente em seu rosto e braços na madrugada de domingo (10), no bairro Japura, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Marcelo Pereira da Silva, de 40 anos, foi agredido enquanto dormia, após sua festa de aniversário. Ele teve queimaduras de 3° grau e está hospitalizado. A mulher está foragida.

Marcelo e a esposa, Fabiana Rosa Ribeiro, teriam discutido durante a festa por conta de ciúmes por parte do marido. Após a briga, os convidados acabaram indo embora da residência do casal. De acordo com testemunhas, Marcelo não agrediu a esposa em nenhum momento durante a discussão.

Segundo Rosana Pereira da Silva, irmã da vítima, Fabiana foi até sua casa horas depois da festa pedindo ajuda, pois achava que tinha matado o marido. Ao questioná-la sobre o que tinha acontecido, Rosana ouviu da cunhada que ela jogou óleo quente em Marcelo enquanto ele dormia no sofá. “Quando cheguei à casa do meu irmão, ele não estava na sala. Fui até o quarto e ele estava com a mão no rosto e não sabia o que tinha ocorrido. Eu lembro que o sofá da sala estava encharcado de óleo”, comenta.

A vítima foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Praia Grande, mas precisou ser transferida para a Santa Casa de Misericórdia de Santos, onde permanece internada em estado grave, aguardando vaga na ala de queimaduras.

O delegado Marcos Roberto da Silva, do 2º Distrito Policial (DP) de Praia Grande, já abriu inquérito para investigar o caso. “Estamos aguardando a recuperação da vítima para fazer os laudos e iniciar as buscas pela autora do crime”, conclui.

Comentários