Mostra Canavial dá a largada em Condado e Goiana, na Zona da Marta Norte

O cinema brasileiro interior a dentro. Começa hoje, em Condado e Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, a 4ª Mostra Canavial de Cinema. Até o próximo dia 23, a programação ainda passa pelas cidades de Vicência, Aliança, Tracunhaém, Timbaúba e Nazaré da Mata.

A mostra de 2014 tem os direitos humanos como tema. A curadoria é do jornalista e crítico Rodrigo Almeida. Uma das sessões mais esperadas é a do longa Brasil S/A, de Marcelo Pedroso, que participa da Mostra Especial.

Idealizada por Caio Dornelas, a Mostra Canavial vem prestando um bom serviço na interiorização da produção audiovisual pernambucana. Além de questões estéticas, Caio acredita que a região precisa discutir a herança política da região.

A programação está dividida em duas mostras oficiais de curtas-metragens: Do canavial para o mundo e Do mundo para o canavial. Na primeira, serão exibidos filmes seis curtas produzidos no nordeste e um no centro-oeste, entre eles o baiano Nego fugido, de Cláudio Marques e Marília Hughes, e o pernambucano Nº 27, de Marcelo Lordello.

Na segunda, a origem é mais diversifica, com produções do Pará, Pernambuco, Rio, Minas Gerais e São Paulo. Entre os destaques, os premiados Eu não quero voltar sozinho, de Daniel Ribeiro, e O clube, de Allan Ribeiro.

Na Mostra Criancine, os destaques são o pernambucano O cangaceiro, de Marcus Buccini, e o paulista L, de Thaís Fujinaga.

Comentários

Leave A Reply