McGregor troca farpas com Mendes e dispara: "Eu vou estapear a cara dele"

Sob manifestações de um grande número de irlandeses que compareceram à coletiva de imprensa do UFC 189, nesta quinta-feira, em Las Vegas, Conor McGregor mostrou, uma vez mais, seu arsenal de provocações ao seu adversário na principal luta do evento, válida pelo cinturão interino do peso-pena, Chad Mendes.

De óculos escuros e diversas vezes olhando fixamente para Chad Mendes, McGregor garantiu ser o melhor peso-pena do mundo, e o responsável por atrair tantas cifras a esta edição.

– Minha mente é absolutamente à prova de balas. Se você é o número 1, quem se importa se o número 2 entra no lugar do número 3? Eu sou o número 1, então não estou nem aí para quem está do outro lado. Para os irlandeses, vir aqui desde a minha cidade é um enorme sacrifício, então é claro que eu estaria aqui, independentemente de quem estivesse do outro lado. Por isso que eu aceitaria lutar com 70kg, 77kg ou qualquer peso. Na verdade, não devia ser o Dave (Sholler, vice-presidente de Relações Públicas do UFC e mediador da coletiva) neste palco, deveria ser eu, porque fui eu que consegui essa bilheteria de US$ 7,1 milhões. Teremos super estrelas cantando nossas entradas no octógono. Quem vocês acham que conseguiu isso? Fui eu!

Aplaudido pelos compatriotas, McGregor falou da felicidade por colocar a Irlanda no mapa do UFC e prometeu não dar chances ao rival.

– Estou muito orgulhoso por representar minha nação, orgulhoso por minha nação estar mandando nas lutas. Tudo isso me enche de orgulho. Vou acabar com esse cara do meu lado. É um pirralho. Eu vou estapear a cara dele – prometeu.

Chad Mendes não se furtou a responder diretamente ao adversário e, quando McGregor alfinetou o fato de o americano ter pedido apoio aos fãs de José Aldo, em mensagem em português, via Twitter, os atletas discutiram.

– Essa foi uma atitude de otário, implorar para ter os fãs dele – bradou “Notório”, rebatido pelo atleta da Team Alpha Male.

– Aquilo foi respeito, cara. Não adianta, não entendo o que você fala. O que eu e ele fizemos foi mostrar respeito um pelo outro. Aldo iria destruí-lo, e eu vou fazer isso também. Você me dá vergonha, cara. Vou te destruir no sábado.

“Money” também declarou McGregor só sabe lutar na trocação, e prometeu despachá-lo no sábado.

– Ele é um lutador unidimensional, que não tem wrestling nem jiu-jítsu. Na minha opinião, eu vou destruí-lo. Ele perdeu muito peso, está esquelético. Vou acabar com ele.

McGregor, por sua vez, definiu o oponente como previsível dentro do octógono e chamou a atenção para a envergadura de Mendes, que é mais baixo do que ele.

– A estrutura facial dele vai ter que ser consertada depois da luta. Ele é bem básico. É um novato aos meus olhos. Ele joga um mata cobra, fecha os olhos e espera acertar. Ele vai descobrir a diferença de habilidade e envergadura quando colidirmos.

Apesar da presença de outros atletas do card, McGregor e Chad Mendes dominaram os holofotes em função da rivalidade. E o americano bateu em uma tecla já sugerida por outros atletas: a de que a verborragia levou o irlandês a ganhar importância na organização.

– Ele é faixa-preta em trash-talk. Essa luta, na minha opinião, foi construída pelo trash talk que ele fez, mas não importa o que ele disse. Acho que o que ele fala é o máximo que ele pode fazer. Ele é um trocador, nada além disso. Eu posso derrubá-lo, deixá-lo de costas no chão e o que ele vai fazer? Nada. Claro que não vou falar dos buracos que vejo no seu jogo, porque vamos lutar no sábado. Mas o estudei muito, e no sábado vou mostrar as suas falhas. Isso aqui não é yoga. Não vamos lutar, e não fazer ginástica. Tem caras do meu time que são canhotos altos que conseguem simular os movimentos desse macaco.

McGregor, é claro, discordou, e prevê o adversário fugindo de sua trocação quando o árbitro autorizar o início do combate.

– Ele não vai fazer absolutamente nada disso. É um faixa-branca no tatame. Quando a luta começar, ele vai correr como uma garota, mas eu vou pegá-lo.

Quando a imprensa saiu de cena e o microfone foi destinado aos fãs, uma torcedora perguntou a McGregor se, em caso de vitória sobre Mendes, ele gostaria de encarar José Aldo ou Frankie Edgar. E, obviamente, o nome do brasileiro estava na ponta da língua de “Notório”.

– José Aldo é um covarde, simples assim. Os brasileiros têm orgulho de serem corajosos, geralmente são homens e lutam. Essa é a luta que todo mundo quer. Quando ele voltar da corridinha dele vamos lutar, porém, nos meus termos. Eu vou ditar as regras.

O canal Combate transmite o UFC 189 ao vivo, direto de Las Vegas, neste sábado a partir das 19h30m (horário de Brasília), com acesso também pelo aplicativo Combate Play. O Combate.com acompanha o evento com Tempo Real e transmissão das duas primeiras lutas a partir do mesmo horário. Na sexta-feira, canal e site transmitem a pesagem oficial do evento a partir das 19h45m.

UFC 189

11 de julho, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL – a partir de 23h (horário de Brasília)
Peso-pena: Conor McGregor x Chad Mendes
Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Rory McDonald
Peso-pena: Dennis Bermudez x Jeremy Stephens
Peso-meio-médio: Gunnar Nelson x Brandon Thatch
Peso-galo: Thomas Almeida x Brad Pickett
CARD PRELIMINAR – a partir de 20h (horário de Brasília)
Peso-meio-médio: Matt Brown x Tim Means
Peso-meio-médio: Cathal Pendred x John Howard
Peso-meio-médio: Mike Swick x Alex Garcia
Peso-galo: Cody Garbrandt x Henry Briones
Peso-mosca: Neil Seery x Louis Smolka
Peso-leve: Yosdenis Cedeno x Cody Pfister

Comentários