Mais de 37 mil títulos de eleitores são cancelados em PE

Em Pernambuco, um total de 37.493 títulos de eleitores foram cancelados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A lista foi divulgada na última segunda (25) e divulgada no site do órgão (clique aqui).  No Brasil, dos 142.822.083 eleitores, na época do último pleito realizado no País, foram cancelados 1.711.267 títulos.

Esse levantamento é bienal, feito ao término de cada eleição, tanto municipal, quanto majoritária. Um dos motivos da diminuição dos cancelamentos foi em função do recadastramento biométrico, que para ser feito é necessário estar quite com a Justiça Eleitoral. 

Para recuperar o título, o eleitor deverá comparecer, pessoalmente, ao cartório eleitoral de sua inscrição ou, em caso de mudança de endereço, ir à zona eleitoral ao qual pertença sua residência. Deverá levar documento de identidade, exceto o novo modelo de passaporte por não conter dados de filiação, e, se possuir, apresentar o título eleitoral e os comprovantes de justificativa de ausência em cada turno das eleições, além de comprovante de residência. 

DIREITOS E DEVERES

A regularização não é necessária para eleitores menores de 18 anos ou mais de 70, pois o voto é facultativo. Pessoas com deficiência e que têm dificuldade de cumprir as obrigações eleitorais também não terão o título suspenso. O cancelamento do título eleitoral provoca uma série de consequências e quem não estiver regularizado não poderá votar e receber benefícios, a exemplo do Bolsa Família, matrícula em instituições de ensino emissão de passaporte, dentre outros.

Comentários