Lutador morreu por conta de golpe que levou no ringue, revela autópsia

Nesta quinta-feira foi divulgado o resultado da autópsia feita no corpo do lutador mexicano de luta livre Pedro Aguayo Ramirez, de 35 anos. De acordo com autoridades de Tijuana, ele sofreu fraturas na primeira, segunda e terceira vértebras da coluna cervical e morreu quase instantaneamente no ringue durante uma luta no último sábado. As informações são do jornal The New York Daily News.

Autoridades disseram que Aguayo morreu depois de um golpe planejado que deu errado. Ele enfrentava o lutador Oscar Gutierrez, conhecido como Rey Mysterio, em um confronto de equipe, e teria levado uma voadora de Rey Mysterio, o que o fez bater de mau jeito contra a cordas, quando logo ficou desacordado.

Pedro Aguayo foi levado para um hospital próximo ao local da luta, mas a equipe médica não conseguiu reanimá-lo. O lutador foi declarado morto por volta de 1h30 da madrugada do último sábado.

A luta fazia parte da vida de Ramirez, que era conhecido também como ”Perro Aguayo Jr”, já que seu pai, Pedro Aguayo Damián, foi um nome importante no mundo da lutas, sendo campeão da WWF. Perro Aguayo estava na luta livre por 20 anos, inspirado no sucesso de seu pai.

Comentários