Funcionários são presos suspeitos de desviar 15 t de açúcar da Usina Olho D’água

O Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) apresentou, na manhã desta terça-feira (22), cinco pessoas presas suspeitas de envolvimento em um desvio de carga de 15 toneladas de açúcar da Usina Olho D’água, na cidade de Camutanga, na Mata Norte de Pernambuco. Três integrantes eram funcionários da usina. De acordo com a polícia, dois deles, líderes do grupo e que teriam planejado todo o furto, trabalhavam há oito e 12 anos no local. O crime aconteceu na sexta (18); no sábado (19), os homens foram presos e parte da carga, 5,950 toneladas, foi encontrada num depósito em Itambé, também na Mata Norte.

A polícia tomou conhecimento do roubo na noite da sexta, quando foram enviadas equipes para investigar o caso em Camutanga. Os dois funcionários que eram líderes do grupo, um ajudante da usina e o fiscal de carregamento, já vinham planejando desviar um caminhão cheio com 15 toneladas de açúcar há 10 dias. “Eles chamaram um outro elemento para arrumar alguém para comprar a carga. Foi quando acharam um homem que tem uma casa de bolo em Itambé que compraria por R$ 12 mil, sairia R$ 40 cada saca, quando o preço normal era de R$ 65”, explicou o delegado Osias Tibúrcio.

No dia do crime, ficou combinado que os três funcionários da usina trabalhariam normalmente, enquanto os outros dois suspeitos esperavam o dinheiro da venda da carga em um posto de gasolina em Itambé. “O fiscal da usina [que fazia parte do grupo]pediu para outros funcionários carregarem o caminhão normalmente, ele autorizou o carregamento e pediu para um dos suspeitos ficar como olheiro”, contou o delegado. Após a saída do caminhão, eles pararam em um canavial, que seria onde um dos funcionários suspeitos receberia o dinheiro da carga. Um vigilante da usina viu o veículo parado e tentou abordar os suspeitos, mas eles perceberam a presença do vigilante e fugiram. O profissional chegou a reconhecer um dos trabalhadores da usina, que participava do roubo, dentro do caminhão.

Eles foram até a casa de bolo e deixaram a carga. “Depois ficamos sabendo que o funcionário da usina foi visto pelo vigilante no caminhão. Prendemos os três trabalhadores que participaram da ação na residência deles em Camutanga. Os outros dois foram presos em Itambé. A polícia localizou o depósito do homem que teria comprado a carga, mas ele já tinha fugido. Depois ele se apresentou espontaneamente e vai responder em liberdade, porque não houve flagrante, por receptação qualificada”, disse Tibúrcio.

Todos os presos já foram encaminhados para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, no sábado. De acordo com o delegado, eles irão responder por furto qualificado, com abuso de confiança e pluralidade de agentes.

 

Comentários

14 Comentários

  1. marilú freire on

    devemos orar e pedir a deus que tranquilize acada uma das familias envolvidas.devemos respeitar a dor dos filhos deles e não fazer como algumas pessoas fazen apontando-os nas ruas, nós não sabemos o dia de amanhãe somos gente igual a ele todos nós estamos sujeitos a passar por dificuldades seja igual a essa ou diferente. que deus de força e conforte a cada um deles. deus abençõa a estas familias .

  2. Incrível como as pessoas são más e ruins e gostam de propagar defeitos alheios, cada um peça a Deus para que os livre desse tipo de coisa, e que não caiam em tentação, Camutanga é um lugar pequenos onde todas as famílias se conhecem e as pessoas são amigas desde pequenas, então ao invés de criticar e zombar vamos apoiar os familiares, porque aqui na terra todos somos sujeitos a errar, e quem não tem pecado que atire a primeira pedra. Sejam mais humanos e parem de criticar porque ai tem dor de mãe, esposa e filhos, e só quem sabe o que é isso são os que estão passando. Deixo aqui minha solidariedade aos familiares e minha indignação aos que não servem pra ajudar.

  3. Eu como filha e hoje sou mãe, penso da mesma forma da Marilú! não devemos condenar ninguém,pois Deus é o senhor de todas as coisa,e todos nós ou alguém que amamos pode um dia cair em uma infelicidade dessa. O que devemos fazer, é horar muito por essas pessoas, para que Deus use de sua misericordia para com eles,e que Deus ajude as famílias,que estão sofrendo.

  4. Bartolomeu,cuidado pr amanhã vc ou um dos seus parentes nao cair em uma fraqueza dessas,cuidado meu amigo ore a DEUS e peça perdão pelo que vc postou,do amanhã cuida DEUS e vc pode ir pr traz das grades tambem.

  5. o relogio de Deus nao para ……… Deus trabalha por eles Deus move ceu e terra a favor deles nada nao pode tocar neles sou se for permissao de Deus …. ei voce que nao tem pecado nao atire a primeira pedra porque nos samos falho nos era… salmo 71 Em ti. Senho, confio; nunca seja eu confundido. Livra-me na justica, e faze que eu escape; inclina os teus ouvidos para mim, e salva-me de sao paulo para todor que ver esta message que fique todor povo em paz

  6. A situação no NE está fêia com a seca, mas isso não justifica roubar a empresa em que se ganha o pão; esses caras estavam empregados e essa é uma tremenda sacanagem; ainda que estivessem desempregados jamais se justificaria essa iniciativa. É lamentável!
    Edson Paulo………… Vitória – ES

  7. É lamentavel cair numa fraquesa dessa. eles não precisavam disso, a justificativa pra isso é falta de Deus, fica ai a prova do que a ganância pode trazer. E que isso sirva de exemplo prara que outros não caiam na mesma fraquesa que eles.quanto a familia deixo a minha solidariedade,sinto muitopela mãe ter perdido um filho a pouco tempo e esse cair e ja este um desgosto desse porte. Agora só nos basta rezar e pedir a Deus que tenha compeixão dessas familias.

    • A igreja catolica de camutanga esta sendo um comiter eleitoral DONA MIRIAM PEREIRA ESTÁ FAZENDO CAMPANHA DENTRO DA IGREJA,sou catolico mais não vou mais para igreja, tenhao vergonha respeite a igreja, VOU DENUNCIAR PARA DIOCESE EM NAZAÉ DA MATA AGUARDEM.
      será que o padre não está vendo isso,

  8. Marcos tambem sou catolico e praticante acho sua colocação um pouco equivocada,pois se dona miriam Pereira Que esta agindo com politicagem como vc comenta. chame-a atenção e mostre-lhe a verdade e leve o caso ao paroco pois, este pode não esta sabendo. Se a situação não for resolvida ai,sim leve o caso a diocese. Meu irmão não jugue a igreja por atitudes inconsequêntes daques que se dizem santos com a senhora citada por vc.Mas vá a igreja por nosso senhor JESUS CRISTO que não tem culpa de nada e recrimina estes atos de politicagem dentro da sua casa que é a igreja se olharmosas pessoas não conseguiremos ficar em igreja nehuma pois,somos todos pecadores.JESUS espera por vc lá não o decepcione o senhor meu irmão. peco-lhe que não entenda este comentario como critica poi,não é este é apenas um direcionamento.

Leave A Reply