Diretoria do Náutico ainda cautelosa sobre a reformulação do elenco para a Série B

A diretoria do Náutico tem sido cautelosa em relação a reformulação do elenco para a Série B do Brasileiro. Mesmo assim, a mudança é inevitável. Do atual elenco, a maioria são garotos da base. Por isso, o técnico Lisca definiu que é preciso dar mais experiência ao grupo para a competição nacional. Alguns jovens valores foram promovidos para completar o grupo depois que foram contratados 12 jogadores no início da temporada.

Dos contratados, três sofreram lesões graves e só devem retornar na fase final da temporada. Casos dos meias Jefferson Renan e Ronny, submetidos a uma cirurgia de ligamento cruzado, ambos no joelho esquerdo, e o zagueiro Elivélton, que rompeu o tendão de Aquiles do tornozelo esquerdo. O zagueiro Leandro Euzébio foi dispensado antes de estrear. Permaneceram Patrick Vieira, Stéfano Yuri, Bernardo, Josimar, Welton Felipe, Fillipe Soutto, Bruno Alves e Anderson Preto.

De 2014 ficaram o goleiro Júlio César, o lateral Gastón Filgueira, o meia Pedro Carmona e os oriundos da base João Ananias, Flávio, Renato, Helder Ribeiro, Gustavo Henrique, João Paulo e os goleiros Bruno e Jéferson Silva. Foram convocados ainda para o grupo David, Diego, Niel, Piauí, Guilherme, Danilo Quipapá e Jefferson Nem.

Em seguida mais quatro valores da base foram incorporados ao elenco. Os volantes Feliphe Gabriel, 18 anos, e Guilherme Dentão, 19, o meia Igor Neves, 19, e o atacante Anderson Felipe, 19.

O atual elenco conta com 32 jogadores, somando os recém-contratados, o volante Marino e o meia Hiltinho. O zagueiro Fabiano Eller, também confirmado, só chega no sábado (25).

A diretoria está tomando cuidado para não desvalorizar os garotos. Alguns deles, retornarão à base. Outros serão emprestados. Mas é um definição sem imediatismo. Afinal, o time está na segunda fase da Copa do Brasil e espera o vencedor de Paraná e Jacuipense-BA, nesta quinta-feira (25), para saber quem será o adversário do dia 30.

Os nomes dos futuros contratados estão em sigilo. Mas virão em torno de  dez reforços para a Série B do Brasileiro. O Timbu estreia, dia 9 de maio, diante do Luverdense, na Arena Pernambuco.

No momento, os nomes mais citados são o do zagueiro Willian Magrão, do Red Bull, e de Thiago Carvalho, do Cruzeiro, que tem a sua contratação praticamente descartada devido as propostas de clubes da Série A.

Outro que entrou na lista é o atacante Douglas, do Juventude-RS. Em 2014, ele chegou a treinar uma semana no Náutico, mas retornou para o clube gaúcho depois da saída de Lisca. Agora, de retorno ao clube, o comandante alvirrubro voltou a indicar o nome do atleta.

O gerente de futebol Carlos Kila resumiu a situação: “No momento nós temos o número suficiente de jogadores em todas as posições. Com a chegada dos reforços vamos ter que mexer em alguns setores. Alguns garotos voltarão para a base e outros podem ser emprestados. O objetivo é compor cada setor do time com atletas mais experientes para uma Série B.”

Comentários