Cuidados na hora de lavar o carro

Todo mundo gosta de carro limpo e brilhando, mas existem outros motivos para lavar o automóvel regularmente. O capricho pode ajudar a economizar com a manutenção no futuro. A lavagem ajuda a conservar a carroceria livre de agentes nocivos que danificam o verniz da pintura e até a tinta da lataria. Isso significa dizer que o motorista zeloso não precisa gastar mais tarde com retoques para recuperar a cor original. Manchas na lataria são sinônimos de perda de dinheiro e de carro menos valorizado.

Mas para a lavagem ter o efeito desejado é preciso que o motorista siga algumas regras. Principalmente se falarmos de motor. Se no passado era comum jogar jato de água no propulsor, hoje a prática não é recomendada e há especialistas que dizem que o motor nem deve ser limpo com frequência. Uma ou duas vezes por ano é o suficiente. Mas quem optar pela lavagem de motor deve utilizar pouca ou nenhuma água e a lavagem a seco, método em que o uso de água é mínimo, é o mais recomendado.

a4ac9b93067fcb83cfc47781f04c2f65.jpg

Quem entende do tema diz que, qualquer que seja o método, o ideal é que essa limpeza seja feita na sombra e com produtos específicos de higienização automotiva. Usar detergente de lavar pratos nem pensar. O xampu automotivo tem componentes que preservam e dão brilho à pintura. “O carro deve ser lavado pelo menos uma vez por semana. Se o motorista usa seu veículo em condições severas ou deixa o automóvel ao ar livre, o recomendado é lavar duas vezes”, diz Alexandre Valença, sócio-diretor da Dryjet, empresa pernambucana de lavagem ecológica.

O empresário lembra que a falta de garagem é um dos grandes inimigos para a pintura. Segundo ele, fezes de pássaros, seiva de árvores e quedas de frutos estão entre os principais ataques que a carroceria pode sofrer. Nesses casos, a dica é lavar imediatamente para que a sujeira não vire uma mancha e necessite de um polimento especializado para eliminá-la.

Os lava-jatos cobram em média R$ 30 pela lavagem simples de um modelo popular. Quem não dispõe de tempo para ir até uma dessas empresas pode utilizar os serviços de lavagem a seco que geralmente são oferecidos em estacionamentos de supermercados, shoppings e empresas. Nesse caso, o valor cobrado é mais alto, em torno de R$ 45, mas há praticidade no atendimento e o apelo ecológico por não estar desperdiçando água e nem poluindo o meio ambiente com resíduos.

“Para quem opta pela lavagem a seco é importante ficar atento à aplicação dos produtos por profissionais qualificados”, diz Alexandre Valença. Ele explica que o uso do líquido correto ajuda a soltar a sujeira da carroceria sem causar riscos na pintura. São utilizados cerca de 200 ml de um produto que também contém cera na sua composição. A lavagem a seco, inclusive, é ideal para a limpeza do motor porque não utiliza jatos de água que poderiam danificar componentes elétricos.

Comentários