Corpo de Celso Santebanes, o Ken Humano, é velado em Araxá, MG

O corpo de Celso Pereira Borges, conhecido como Celso Santebanes, o Ken Humano, chegou à casa da família, no bairro de Santo Antônio, em Araxá, Minas Gerais, às 4h desta sexta-feira, 5, onde está sendo velado. De acordo com familiares, o enterro está marcado para as 17h30, no Cemitério São João Batista.

A mãe de Celso, Marli Borges, chegou ao local por volta das 7h15 e, apesar de visivelmente traumatizada com a notícia, manteve a calma. Ela se encaminhou diretamente para a sala onde está acontecendo a cerimônia. Os familiares pediram que não fizessem fotos do velório. O corpo de Celso apresenta inchaço devido ao tratamento contra a leucemia.

O translado, velório e sepultamento do modelo somam a quantia aproximada de R$ 10 mil e a família do modelo pede ajuda no custeio dos gastos.

Celso morava em São Paulo há cerca de cinco anos, quando começou sua transformação para se parecer com o boneco Ken. Segundo o Pai, Célio Borges, o modelo queria ajudar a família e o hospital do câncer de Uberaba (hospital Regional Hélio Angotti).

“Minha última conversa com o Celso foi quando ele estava internado em Uberlândia e ele me pediu que orasse para a saúde dele melhorar. Na família, todos ajudaram, os amigos também deram muito apoio durante a doença dele, as orações foram muito importantes para nós. A situação foi complicada porque ele não morava aqui e foi transferido de hospital tantas vezes, foi muito difícil para nós. Ele sempre agradecia, dizia que queria melhorar para continuar com a carreira dele, mas Deus fez outro plano para a vida dele”, disse Célio, que afirmou ainda estar com dificuldade para pagar as despesas médicas em função da internação de Celso e que toda ajuda é bem-vinda.

Segundo Vilmar Araújo, tio de Celso, o velório deve durar o dia todo. “Tem muito parente de fora que ainda vem para Araxá”, contou ele ao EGO. Jennifer Pamplona, namorada de Celso, também está na cidade para o velório. “Estou hospedada na casa do pastor que acompanhava o Celso, em Araxá. Está muito difícil de acreditar. Essa vida nos engana muito”, disse ela.

Emocionada, a modelo fez uma declaração de amor a Celso. “Quando o conheci, perguntei a ele como Deus não tinha colocado ele na minha vida antes. Fazíamos juras de nunca mais nos separarmos e a vida nos surpreendeu. Estou sem chão. Será dificil retomar minha vida. Hoje Deus ganhou um anjo que esta lá no céu. Sinto a presença dele perto de mim. Foi a minha primeira perda grande. É muito doloroso, até agora a minha ficha não caiu. Olho as mensagens dele no Whatsapp e é como se ele estivesse aqui. Não tem explicação. Essa foi a pior perda da minha vida. Vou viver na esperança de encontrar meu irmão de alma. Prometi que ia ficar com ele para sempre. Então me espera! Um dia vamos estar juntos de novo. Jamais te esquecerei.”

Celso Pereira Borges morreu na tarde desta quarta-feira, 4, conforme informou em nota oficial o Hospital de Clínicas de Uberlândia. O modelo de 20 anos estava internado desde o dia 26 de maio, para tratamento contra leucemia. Ele lutava contra a doença desde janeiro, quando teve o diagnóstico. Celso esteve internado durante três meses e chegou a ficar em coma por um mês. Confira o comunicado na íntegra:

“É com pesar que o Hospital de Clínicas de Uberlândia da Universidade Federal de Uberlândia informa que o paciente Celso Santebañes, portador de Leucemia Linfóide Aguda Philadelphia positivo, faleceu às 16h30 do dia 4 de junho de 2015 em decorrência de agravamento do quadro clínico pela pneumonia na fase de imunossupressão da quimioterapia”.

Vilmar Araújo, tio de Celso, falou sobre seu estado antes da morte do sobrinho. “Ele estava entubado e começou a sangrar pela gengiva e pelo nariz. Teve uma parada respiratória e, infelizmente, não resistiu. Ele estava muito fraco, há muitos dias sem se alimentar. O corpo humano não aguenta, essa doença deixa a pessoa muito debilitada. Foi um choque muito grande para a família”, disse.

Quem estava com Celso no momento em que o quadro de saúde do modelo se agravou era o avô dele, José. “O Celso não fez nenhum pedido especial. Ele não pensava na morte, achava que iria sobreviver. O sonho dele era ter um programa e dar uma casa para a Dona Teresinha, a avó que o criou”, contou o tio do modelo.

Muito emocionada, Irani Pereira, irmã de Celso, falou ao EGO: “Fazer o quê, né? Infelizmente, Deus quis assim. Agora pelo menos ele vai descansar”, disse ela. “A gente sempre espera o melhor, por mais difícil que seja. Ele era um bom menino e vão ficar muitas lembranças”.

Jennifer Pamplona, namorada do modelo, chorou muito ao saber da notícia e mal conseguiu falar ao EGO pelo telefone. “Não consigo falar nada. Estou muito triste”, comentou ela, que na véspera chegou a dizer que estava confiante na recuperação de Celso.

‘Sinto que Deus entrou dentro de mim’, disse ele para Andressa Urach
Andressa Urach, que costumava falar com Celso por mensagens e pelo telefone – eles ficaram amigos após os dois terem complicações com o uso de hidrogel – também falou ao EGO:

“Desde o mês passado estávamos em contato por telefone, conversávamos bastante. Falei muito de Jesus para ele, da importância do perdão e que mais importante que tudo era a salvação de sua alma”, contou ela

Andressa chegou a receber uma mensagem de voz do modelo, no dia 13 de maio, dizendo que ele estava melhorando e que iria para São Paulo visitá-la (confira abaixo).

“Ontem perdi o sono, rezei muito, sabe? Cada dia que passa eu sinto que Deus entrou dentro de mim. Semana que vem ganho alta e vou para São Paulo. Quero muito te conhecer, almoçar com você e com a Jennifer. Quero ir para o caminho mais certo possível para encontrar Deus”, disse Celso, que em janeiro falou ao EGO sobre sua luta contra o câncer. “Preciso de muitas orações do Brasil todo. O tratamento vai ser longo e dolorido. Às vezes me pergunto: por que estou com leucemia? Entro em desespero”.

‘Segura na mão de Deus e vai’, diz
Nicole Bahls

Nicole Bahls usou o Instagram para fazer sua homenagem: “Meus pêsames aos familiares do Celso Santebanes, mais conhecido como Ken Humano. Só quem passa por uma luta contra o câncer sabe o quanto é difícil. Continuará sempre vivo em nossas memórias, apenas partiu antes de nós. Segura na mão de Deus e vai”.

Já Ana Paula Minerato, que fez aula de interpretação com Celso em 2013, em São Paulo, lembrou que o amigo sonhava com a fama. “Lembro até hoje de sair com ele na rua e ele ver alguém me pedindo foto e ficando encantado com a minha fama, que eu nem acho que seja grande. Ele queria ser famoso. Era um menino muito sonhador e sonhava apenas com a fama. Espero que ele tenha realizado parte deste desejo antes de morrer. A vida cobrou alto dele por esse sonho”, comentou Ana Paula. “No começo, todos nós, amigos dele, desconfiamos que ele estivesse realmente doente, porque o Celso sempre foi muito deslumbrado e acreditava em algumas coisas que não são reais. Mas depois nós começamos a rezar muito e hoje estamos muito tristes. Tenho falado com todo nosso grupo de teatro e estamos em choque. Um garoto de 20 anos que infelizmente perdeu a vida. Espero que Deus conforte a família.”

‘Menino cheio de sonhos’, diz
o outro Ken Humano

Procurado pelo EGO, Maurício Galdi, o outro Ken Humano – que chegou a se desentender com Celso na disputa pelo título de “Ken Humano” – , lamentou a morte. “Estou triste e emocionado. Eu o encontrei há duas semanas e ele estava bem. Isso me deixa muito abalado, ele estava lutando pela vida”, disse o rapaz, com a voz embargada. “O Celso era um menino cheio de sonhos, que queria crescer na vida. Pretendo homenageá-lo, só ainda não pensei como”, completou Maurício, deixando de lado qualquer rivalidade. “Nunca quis roubar o lugar dele. Me criticaram muito quando apareci enquanto ele estava internado, mas nos encontramos e ficou tudo bem. Sou modelo desde os 16 anos”, frisou.

Em conversa com o EGO na quarta, 3, a avó de Celso já havia dito que a situação dele era muito crítica. “A quimioterapia o deixou muito enfraquecido. Estávamos muito alegres, mas aí começou a acontecer tudo isso. Só a força de Deus mesmo, só se um milagre de Deus acontecesse“, falou Dona Teresinha Pereira, com a voz embargada.

O drama do Ken Humano
Celso havia deixado o hospital no dia 1º de abril para passar a receber o tratamento contra a doença em casa.  No entanto, ele foi internado novamente em 26 de maio. A previsão é que ele ficasse no hospital por 30 dias para fazer mais um ciclo de quimioterapia e radioterapia.

A descoberta da doença se deu quando Celso foi investigar uma inflamação. Assim como Andressa Urach, o rapaz dizia sofrer com complicações por conta do hidrogel. O drama do modelo começou quando ele recebeu o diagnóstico de leucemia linfoide aguda. Celso foi internado primeiramente no dia 7 de janeiro em Araxá, Minas Gerais, mas foi encaminhado logo depois para Patos de Minas por causa da gravidade de seu quadro. Apenas oito dias depois, em 15 de janeiro, ele voltou a ser transferido, desta vez para o Hospital de Clínicas de Uberlândia, onde seguia seu tratamento até agora.

No dia 3 de fevereiro o estado de Celso se agravou abruptamente e o boletim médico indicava “risco iminente de morte”. Na ocasião, em entrevista ao EGO, a mãe de Celso, Marli Borges, chegou a admitir que não acreditava mais na recuperação do filho. “Não tenho mais nenhuma esperança”, disse ela, enquanto o filho permanecia em coma.

No dia 10 de fevereiro o hospital já descartava risco de morte, apesar do quadro ainda ser grave. Dois dias depois o modelo passou a respirar sem ajuda de aparelhos. No entanto, só teve alta no dia 1º de abril. Em 26 de maio, foi internado novamente e, com a piora do quadro, morreu nesta quarta, 4.

 

 

Comentários