Corpo da jovem Maria Alice Seabra é encontrado em canavial

O corpo de Maria Alice de Arruda Seabra, de 19 anos, foi encontrado na tarde desta quarta-feira (24) em um canavial que faz parte do Engenho Burro Velho, localizado entre as cidades de Itapissuma, na Região Metropolitana do Recife, e Goiana, na Mata Norte do Estado. O corpo da jovem estava sem uma das mãos e estava com as roupas do padrasto, Gildo da Silva Xavier, 34, que foi detido na terça (23).

A equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), juntamente com a delegada Gleide Ângelo, responsável pelo caso, está trazendo o corpo da jovem para o Recife. Curiosos estiveram no local e foi realizado um esquema de segurança para proteger Gildo, que esteve no local colaborando com as investigações.

 

O CASO

Maria Alice foi sequestrada no final da tarde da última sexta-feira (19), da frente da casa da mãe, na Avenida Recife, no Bairro da Estância, Região Metropolitana do Recife, após ter sido apanhada pelo padrasto para uma suposta entrevista de emprego no município de Gravatá, no Agreste pernambucano.

De acordo com a delegada Gleide Ângelo, a mãe de Maria Alice recebeu um telefonema do companheiro, por volta das 16h da sexta-feira (20), e escutou os gritos da jovem pedindo socorro. Desde então, os celulares de ambos estão desligados.

Em depoimento à polícia, a mãe da jovem informou que vive com o suspeito há 15 anos. Já a irmã de Maria Alice disse que o padrasto sentia ciúmes da irmã.

Durante toda a terça-feira (23), a delegada trocou mensagens com Gildo Xavier, padrasto e principal suspeito do crime, através do WhatsApp. O acusado, segundo ela, respondeu confirmando a localização exata em que teria abandonado Maria Alice. Entretanto, ele não especificou se a moça estaria viva. Momentos depois de se comunicar com a polícia, Gildo postou no Facebook uma mensagem pedindo perdão à jovem e dizendo que a esposa não iria perdoar o que fez.

A delegada, junto com a Força-Tarefa do DHPP, iniciou as buscas na Zona Rural do município de Goiana na noite da última segunda-feira (22), mas retornou ao Recife sem nenhum sucesso. Na manhã seguinte, as buscas foram retomadas e também não houve êxito. O corpo da jovem só foi encontrado na tarde desta quarta-feira (24), em um canavial em Itapissuma, na RMR. O padrasto segue detido no DHPP.

Veja vídeo da TV Jornal da prisão de Gildo Xavier

 

Comentários