Clube demite jogador de futebol que filmou debaixo de saia de adolescente

O clube Rio Branco rescindiu o contrato com o zagueiro Luiz Paulo Miranda Júnior nesta terça-feira (21) após a denúncia de que o atleta teria usado o celular para fazer imagens por baixo da saia de uma adolescente de 15 anos.

O caso ocorreu em um supermercado de Americana (SP) nesta segunda (20). A Polícia Civil confirmou que o vídeo foi feito. Segundo o delegado Alfredo Luiz Ondas, “foi possível identificar uma imagem de uma perna com uma saia jeans e blusa rosa nas imagens do celular dele”.

O advogado do jogador, Daniel Medeiros Lisboa, disse ao G1 que, por enquanto, não vai se pronunciar sobre o caso.

A ocorrência foi registrada como importunação ofensiva ao pudor, uma contravenção penal (artigo 61) com pena de multa, que será estabelecida pela Justiça. O caso será encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher da cidade e para o Juizado Especial Criminal.

Segundo o delegado, consta no boletim de ocorrência (B.O.) que o jogador estava filmando pessoas do sexo feminino que estavam no supermercado Pague Menos, no bairro São Domingos. A vítima, de 15 anos, estava em uma fila de frios, e o atleta tentou fazer imagens por baixo da saia dela.

Luiz Paulo tentou apagar a gravação, diz o B.O., mas o celular foi apreendido. Segundo o delegado, a polícia conseguiu localizar as imagens em uma pasta onde ficam os arquivos excluídos.

Jogador tentou fugir
De acordo com a Polícia Militar, a adolescente estava na fila com uma prima, de 22 anos, e o jogador estaria sozinho, logo atrás delas. Luiz Paulo estava com um smartphone, e a prima da adolescente começou a gritar quando viu o jogador fazendo as imagens.

O atleta tentou sair correndo do supermercado, mas acabou contido por clientes e funcionários do estabelecimento.

A polícia foi chamada e encaminhou todos os envolvidos para a delegacia da cidade. O jogador prestou depoimento e foi liberado. Familiares da jovem também foram ouvidos e registraram o boletim de ocorrência.

A assessoria do supermercado Pague Menos informou que a empresa está colaborando com a investigação. Caso seja solicitado, as imagens do monitoramento interno serão encaminhadas para a Polícia Civil.

Rescisão de contrato
Logo após o ocorrido, o Rio Branco informou, em nota, que encaminhou assistência jurídica para acompanhar o atleta. Luiz Paulo teria negado as acusações e disse ao clube que tudo não passou de um mal entendido.

No entanto, nesta terça, a Zaka Sports, gestora do Rio Branco, comunicou a rescisão contratual do jogador.

“A decisão foi tomada entre o presidente da Zaka, Alan Zekcer, o diretor de futebol Airton Moraes e diretor de comunicação Alexandre Marcus. A Zaka ainda comunica que jamais abre mão da conduta moral de seus atletas dentro e fora de campo”,afirma a nota desta terça.

Luiz Paulo atuava como zagueiro no clube de Americana desde o início do ano, segundo a assessoria de imprensa. Nascido em São Paulo, o atleta de 23 anos não tem participado dos jogos pela Copa Paulista porque estava no departamento médico.

Comentários