CBF desiste de diminuir pena, e Neymar deixa Santiago nesta 2ª

A CBF desistiu de recorrer da punição de quatro jogos imposta pela Conmebol ao atacante Neymar. Por conta disso, o jogador vai deixar Santiago nesta segunda-feira para iniciar o período de férias ao lado da família em São Paulo. Como os jogadores da seleção brasileira estão de folga até as 19h, o jogador nem retornará à concentração na capital chilena.

A decisão da CBF de não buscar a alternativa na Câmara de Apelações da Conmebol se deu por conta de uma informação de bastidor. A confederação apurou que a entidade sul-americana não estaria disposta a diminuir a pena de Neymar, suspenso por quatro partidas por acúmulo de cartões amarelos e pela expulsão na derrota do Brasil por 1 a 0 para a Colômbia.

A comissão técnica da Seleção chegou a conversar com algumas lideranças do grupo e acharam por bem o jogador não seguir com a delegação. Para os atletas, além de não ser bom para a sequência, Neymar terá a oportunidade de ter um período maior de férias antes do início da temporada e das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

No início da madrugada, o site oficial da CBF colocou um comunicado explicando a decisão tomada em relação a Neymar. A confederação pediu ainda rigor da Conmebol em todas as competições organizadas pela entidade.

– A comissão técnica e o jogador esperam que o mesmo rigor com que a Commebol puniu Neymar seja adotado em todas as competições organizadas pela entidade.

Na zona mista, Thiago Silva e Daniel Alves falavam da possibilidade de Neymar ser liberado pela comissão técnica por conta da suspensão. Para o zagueiro, o tempo de descanso será importante para o camisa 10 esfriar a cabeça para reiniciar a temporada.

– Seria muito egoísta da nossa parte deixá-lo aqui sem poder jogar. Todos somos seres humanos, temos sentimentos. Ficar aqui só prejudicaria ele ao invés de ajudar. Ele não vai poder entrar em campo, vai ficar na ânsia de querer ajudar. Por mais que pensem o contrário, jogadores são como qualquer outra pessoa. Quando acontece algo negativo, doi, é duro. É melhor que ele entre de férias, relaxe a cabeça. Para mais para frente voltar a ser o nosso diferencial – frisou Daniel Alves após a vitória por 2 a 1 sobre a Venezuela em Santiago.

No último sábado, o técnico Dunga também havia falado da possibilidade de Neymar deixar a delegação caso a suspensão fosse mantida. Na opinião do treinador, a decisão teria que ser tomada pelo próprio jogador.

– Essa decisão tem que ser tomada pelo jogador. Quando chegamos aqui, dissemos que tratamos os jogadores como homens que devem ter responsabilidade, não como meninos. É preciso analisar se será benéfico para a Seleção ele ficar, se será produtivo. Ele tem que sentir de que forma pode colaborar, mesmo estando acostumado a jogar, aos holofotes, ou se é melhor sair para não transmitir a tristeza, a amargura, o que está dentro dele. Não queremos meninos, queremos homens e acreditamos nesses homens, são profissionais que representam o Brasil no mundo – afirmou o treinador.

O Brasil volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Paraguai, pelas quartas de final da Copa América. O confronto será transmitido ao vivo pela TV Globo, Sportv e GloboEsporte.com. O site também acompanha em Tempo Real.

Comentários