Casal é encontrado morto em casa e polícia suspeita de intoxicação

Um casal foi encontrado morto na tarde desta terça-feira na casa em que vivia, no município de Naviraí, no Mato Grosso do Sul. De acordo com a Polícia Civil, a principal hipótese é que, na tentativa de esquentar o quarto fazendo uma espécie de “lareira” com carvão, Ana Carolina Ferrero da Silva, de 20 anos, e Marcos Pereira de Sousa, de 23, tenham se intoxicado durante a noite. No entanto, a causa da morte do casal ainda não foi confirmada pela polícia. Os corpos foram encaminhados ao IML e, depois, liberados para a família.

De acordo com o delegado-titular da 1ª DP de Naviraí, Edson Luís Ruiz Ribeiro, os corpos das vítimas não apresentavam sinais de violência.

– Dentro do quarto, foi encontrado um pequeno recipiente com carvão dentro. Na noite anterior à morte dos dois, fazia muito frio na cidade, então os dois devem ter levado para esquentar o quarto. Como não havia sinais de violência nos corpos, e a família afirmou, em depoimento, que não tinham motivos para cometer suicídio por envenenamento, a principal suposição é de que tenham inalado a fumaça e se intoxicado com o monóxido de carbono. – explicou o delegado.

O casal vivia em uma casa no bairro Vila Primavera, no município de Naviraí, junto com um irmão de Marcos. Mas quem encontrou os jovens mortos foi um outro parente, após receber uma ligação do chefe de Ana Carolina informando que ela não havia comparecido ao trabalho. Segundo o delegado, o irmão da vítima contou na delegacia que os dois tinham o costume de levar carvão para o quarto para combater o frio. O delegado informou que testemunhas já foram ouvidas e que aguarda o resultado dos exames de necrópsia para concluir o inquérito. Além disso, Ribeiro vai solicitar uma perícia nos corpos dos jovens.

Comentários