Audiência dessa noite pode resolver o impasse do projeto enviado pelo prefeito

Na noite dessa segunda feira no plenário da câmara municipal, acontecerá mais uma audiência. A expectativa é que se resolva o impasse criado com relação ao projeto enviado pelo prefeito Trigueiro e que se faz presente nas mãos de dois dos vereadores da oposição.

Os que necessitam já estão com seus pagamentos e benefícios atrasados. A oposição veio a público com uma justificativa que até agora não colou. Para os funcionários comissionados e demais beneficiados da administração municipal, não passa de pano de fundo da oposição a fim tão somente de atrasar a administração.

O fato é que o que se tem questionado é o porquê dos vereadores não levarem o projeto à votação da câmara, e não venha à casa legislativa munidos de documentos que comprovem a “desconfiança”. O que não se pode admitir é que pessoas que não tem absolutamente nada a ver com o conflito que cada vez mais se mostra de cunho político venham arcar com eventuais consequências.

Comentários

4 Comentários

  1. Estou com uma duvida,o prefeito diz que nao tem dinheiro pr pagar aos cargos comicionados e nem pr comprar as cestas basicas, mas foi aprovado a 3 meses atras o orçamento de 26 milhoes de reais, que seria pr o prefeito trabalhar durante todo o nao de 2012. E agora estamos no mes de maio e esse dinheiro ja acabou? muito extranho isso.

  2. A VOZ DA VERDADE on

    vou tirar sua dúvida caro amigo! quando se faz um orçamento, não significa que se tem este dinheiro em caixa, significa que, para todo o ano PRETENDE-SE gastar este valor. O dinheiro que entra na prefeitura, entra mensalmente e nunca é um valor exato, tanto faz ser mais como ser menos. Acontece que, cada secretaria tem o seu próprio recurso, ou seja, o dinheiro que vem para a saúde, só pode ser gasto com a saúde, se faltar na ação social para, por exemplo, comprar a cesta básica do povo, não se pode tirar da saúde para comprar, embora a saúde tenha dinheiro em caixa. O que esta projeto vem propor, é justamente isto, que se possa remanejar UMA PARTE destes recursos para cobrir despesas adicionais de outras secretaria. Como o prefeito Trigueiro se preocupa muito com o social e investe muito nesta área, o recurso que vem entrando nesta secretaria, por exemplo, não está dando para cobrir as despesas, então se faz necessário que as verbas de outras secretarias possam vir cobrir estes gastos. se se planeja 26 milhões, não significa que se tenha esse dinheiro todo pra gastar. Entendeu, Julio?

  3. Claro! municipio que está em progresso tem uma despesa maior,depois as pessoas querem exigir, que estejam tudo organizado, usufruir de boa qualidade na gestão pública, e para isso aumenta-se as despesas. Consequentemente, tem que haver uma suplementação no orçamento. Qualquer criança consegue distinguir isso, e se isso fosse ilegal os vereadores Galego e Lenildo tbm não concordariam, correto? Então vamos analisar,ou a bancada deles optam por algo em comum ou os vereadores Silvio Pimentel e Ricardo Almeida estão realmente mal intencionados, fazendo de propósito, para prejudicar a administração do atual prefeito. Alegando que, tem medo de Trigueiro roubar o dinheiro público, já dizia aquele velho ditado: Quem disso cuida, disso usa. E querem fazer julgamento de Trigueiro como que o Prefeito fossem eles mesmos. Essa é a realidade.

  4. o prefeito q mais dinheiro mais não se ver uma obra na cidade. as praças,a academia da cidade o campo de futebol todo mundo sabe foi verba do ex prefeito.o prefeito podia pedir dinheiro p pagar um salario aos voluntários em vez de 100 reais e uma feira seria mt mais negocio.camutanga entrar mais de 1 milhão por mes e ninguem ver uma obra feita p prefeito.do jeito q o prefeito ta dizendo pode fechar a prefeitura q ta falida.um orçamento de 26 milhões uma receita mensal com mais de 1 milhão por mes,ta na cara quer mal administrador.

Leave A Reply