Até os números estão a favor do Sport

Quando o Sport foi ao Canindé, enfrentar a líder Portuguesa, o objetivo era vencer e seguir vivo na briga pelo acesso, além de evitar a festa lusitana pelo título da Série B. A missão, obviamente, era complicada. E nada do que fora planejado aconteceu na fria noite de 8 de novembro. Mas podia ter sido pior, na verdade. Aos 34 minutos do segundo tempo, em um contragolpe, o rubro-negro Róbston empatou a partida em 2 a 2. Um pontinho e, pelo menos, a chance matemática se manteve viva. Ou quase isso, uma vez que a projeção de classificação, que já era baixa, caiu para incríveis 9%, segundo sites especializados. Isso a três rodadas do fim. Como acreditar? Por quê? A resposta é complexa, com inúmeras variáveis, como o próprio futebol e seus resultados surpreendentes.

Com duas goleadas seguidas em casa, o Leão até se recuperou na pontuação, mas já não dependia apenas de si. Dependia, e muito, de tropeços alheios, ainda que a boa fase dos adversários reduzisse a esperança dos mais céticos. Veio, então, o sábado passado, como uma reviravolta que levou à loucura os 20 mil presentes na Ilha do Retiro, considerando que das últimas 31 rodadas o time havia ficado apenas duas vezes no tão falado G4. O 3 a 0 sobre o Paraná acompanhado das derrotas de Bragantino e Vitória, ambas em casa, para a ASA e São Caetanto, respectivamente, inverteu o jogo. De uma só vez, o Sport recalculou todos os sonhos de seus torcedores e os gráficos dos matemáticos, alcançando uma margem para lá de favorável para a última rodada da Segundona, variando entre 46% e 55%, dependendo apenas de seu esforço no próximo sábado. Nada mal para quem vinha numa rotina de “secadas”.

Para o confronto contra o Vila Nova, no Serra Dourada, uma verdadeira mobilização de leoninos já está em curso com agências de viagens para promover uma invasão em Goiânia. O adversário, já rebaixado, não vence há doze partidas, com sete derrotas e cinco empates. Numa leitura fria, é óbvio que a chance de se classificar à Série A se tornou enorme. Porém, é preciso lembrar o contexto desta partida, uma vez que o time goiano deverá entrar bem motivado para o jogo, turbinado por malas brancas, pretas, de todas as cores. Além do Sport, outros quatro clubes miram a última vaga à elite nacional de 2012, após a confirmação do acesso de Portuguesa, Náutico e Ponte Preta. Cinco para um. Um verdadeiro funil tendo o Sport como primeiro da fila.

Nesse tempo todo, o Leão chegou a ostentar 75% de chance de acesso, quando goleou o Vitória por 4 a 0, na Ilha, na 25ª rodada. Depois, uma queda de produção ainda mal explicada, que colocou a campanha no Brasileiro em xeque. Essa nova chance, a última (literalmente), exige uma vitória fora de casa, algo que o Leão só conseguiu em três oportunidades nos 18 jogos anteriores como visitante. Em casa, o Vila perdeu oito vezes nesta Série B. O Sport pode ter abusado do direito de errar nesta temporada, mas o destino reservou mais 90 minutos para acertar. Só uma. Vale a primeira divisão. “Somente”.

Última rodada da Série B, caminhos

Sport, 4º lugar
Adversário: Vila Nova (F)

Com 58 pontos, o Sport precisa de uma vitória “simples”. Caso ganhe por 1 a 0, só não ficará com a vaga se o Bragantino bater o Paraná, em Curitiba, por 5 a 0. Em caso de empate, o Leão teria que torcer por tropeços de Bragantino, Vitória e Boa – a diferença no saldo de gols contra o Americana o torna um adversário desprezível nesta situação (17 a -3). Se perder, o Rubro-negro teria que rezar, dependendo de derrota do Bragantino e empates de Vitória, Boa e Americana, com briga no saldo de gols.

Bragantino, 5º lugar
Adversário: Paraná (F)

Após perder a posição no G4 na última rodada, ao ser surpreendido em casa pelo ASA, o Bragantino precisa vencer e torcer por um tropeço do Sport. Se o Leão vencer, o time paulista, também com 58 pontos, precisará ganhar com quatro gols a mais em relação ao Sport, uma vez que ganharia no critério de gols marcados. Se empatar, a vaga só iria para a “Terra da Linguiça” se o Sport fosse goleado e se Vitória, Boa e Americana não vencessem.

Vitória, 6º lugar

Adversário: ASA (F)

O time baiano, que estava conquistando um lugar no G4 na última rodada até os 43 minutos da etapa final, quando foi surpreendido pelo São Caetano, agora, com 57 pontos, terá que superar o ASA em Arapiraca e torcer por tropeços de Sport e Bragantino. Se empatar, uma chance remota. Sport e Bragantino teriam que perder (o Leão de goleada) e Boa e Americana não poderiam ganhar seus jogos.

Boa Esporte, 7º lugar

Adversário: Duque de Caxias (F)

Ao Boa Esporte, apenas a vitória daria alguma chance de acesso. Com 56 pontos, o time poderia empatar na pontuação com qualquer concorrente, pois ficaria à frente pelo número de vitórias. Então, torce para que Sport, Bragantino e Vitória tropecem (empate ou derrota).

Americana, 8º lugar
Adversário: ABC (F)

Começará a 38ª rodada como um legítimo franco atirador, com chances irrisórias. Tem que vencer o ABC no Arruda, no Recife – o clube potiguar foi punido com a perda de um mando de campo -, e esperar que Sport e Bragantino sejam derrotas e que Vitória e Boa no máximo empatem. Caso Sport e Bragantino empatem, os três ficariam com 59 pontos. No entanto, o slado de gols negativo do Americana inviabiliza a disputa.

Projeções de acesso à Série A, a uma rodada do fim

CHANCE DE GOL

Rodada Sport Bragantino Vitória Boa Esporte Americana

23ª* 64,9% (5º) 27,4% (6º) 18,3% (7º) 3,2% (9º) 30,0% (4º)
24ª 54,9% (5º) 41,5% (6º) 16,3% (7º) 8,1% (8º) 30,0% (4º)
25ª 75,0% (4º) 38,0% (6º) 7,8% (8º) 15,1% (7º) 18,0% (5º)
26ª 64,6% (5º) 25,5% (6º) 14,0% (7º) 14,6% (8º) 30,% (4º)
27ª 47,7% (5º) 18,1% (7º) 14,4% (8º) 21,6% (6º) 53,7% (4º)
28ª 29,4% (6º) 22,4% (7º) 7,8% (9º) 45,2% (5º) 54,4% (3º)
29ª 33,4% (6º) 19,2% (7º) 8,4% (8º) 37,8% (5º) 63,4% (3º)
30ª 25,1% (6º) 16,1% (8º) 11,8% (7º) 40,2% (5º) 53,3% (3º)
31ª 42,7% (5º) 11,2% (7º) 8,9% (9º) 26,6% (6º) 41,9% (4º)
32ª** 24,7% (5º) 33,3% (6º) 17,9% (8º) 13,7% (9º) 32,3% (4º)
33ª 10,3% (8º) 22,0% (6º) 40,9% (5º) 3,5% (9º) 23,8% (4º)
34ª 12,9% (7º) 26,9% (5º) 44,6% (4º) 0,3% (10º) 16,6% (6º)
35ª 12,6% (7º) 44,6% (4º) 36,8% (5º) 0,6% (10º) 6,2% (6º)
36ª 17,3% (6º) 58,6% (4º) 46,0% (5º) 1,5% (7º) 0,1% (8º)
37ª*** 55,0% (4º) 17,8% (5º) 14,4% (6º) 11,8% (7º) 1,0% (8º)

INFOBOLA

Rodada Sport Bragantino Vitória Boa Esporte Americana

23ª* 48% (5º) 25% (6º) 15% (7º) 6% (9º) 55% (4º)
24ª 42% (5º) 41% (6º) 12% (7º) 11% (8º) 48% (4º)
25ª 55% (4º) 37% (6º) 8% (8º) 18% (7º) 33% (5º)
26ª 45% (5º) 26% (6º) 13% (7º) 15% (8º) 49% (4º)
27ª 34% (5º) 17% (7º) 10% (8º) 21% (6º) 69% (4º)
28ª 20% (6º) 19% (7º) 6% (9º) 42% (5º) 67% (3º)
29ª 25% (6º) 16% (7º) 6% (8º) 42% (5º) 70% (3º)
30ª 14% (6º) 13% (8º) 9% (7º) 38% (5º) 63% (3º)
31ª 34% (5º) 8% (7º) 5% (9º) 26% (6º) 59% (4º)
32ª** 17% (5º) 26% (6º) 14% (8º) 15% (9º) 39% (4º)
33ª 11% (8º) 17% (6º) 35% (5º) 6% (9º) 28% (4º)
34ª 14% (7º) 26% (5º) 42% (4º) 1% (10º) 18% (6º)
35ª 9% (7º) 48% (4º) 36% (5º) 1% (10º) 7% (6º)
36ª 14% (6º) 67% (4º) 43% (5º) 2% (7º) 1% (8º)
37ª*** 46% (4º) 27% (5º) 12% (6º) 13% (7º) 2% (8º)

Comentários

Leave A Reply