Após virada, uruguaio tira onda com o Brasil: "Parece que ficam com medo"

Quase uma partida inteira com um jogador a menos, virada em dois minutos e vaga na final dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá. Os jogadores do Uruguai não seguraram a empolgação após a vitória por 2 a 1, sobre o Brasil, nesta quinta-feira, no estádio de Hamilton. E nem tinham motivos para isso. Bronze em Guadalajara, os uruguaios disputarão o ouro contra o México, neste domingo, a partir das 14h05 (de Brasília). Antes, porém, não deixaram de tirar uma onda com os brasileiros.

+ Confira a tabela do futebol em Toronto

Na zona mista, Nicolás Albarracin celebrou empolgado a vitória de virada. O meio-campista do Montevidéu Wanderes elogiou a dedicação da sua equipe, que atuou por 70 minutos com um jogador a menos, e provocou os brasileiros:

O JOGO: Brasil sofre virada, perde do Uruguai e dá adeus ao sonho do ouro no Pan

– O jogo parecia perdido, mas creio que nossa equipe correu muito, todos defendemos e atacamos e tivemos a sorte. Agora, vamos lutar na final pelo ouro. É sempre duríssimo contra o Brasil, mas, é como te digo, quando eles encontram a equipe uruguaia, não sei o que acontece, mas parece que ficam com medo.     

Protagonista de um dos lances determinantes da partida, quando recebeu um pontapé que resultou na expulsão de Dodô – ponto de partida para a volta por cima celeste -, Mathias Suarez foi outro que exaltou a garra uruguaia.  

– É uma felicidade enorme. Estou muito contente pela final. Foi a partida toda com 10, e isso complicou um pouco, mas o Uruguai tem bola, sacrifício e somos uma família.  

Uruguai e México decidem a medalha de ouro no domingo, no estádio de Hamilton. No sábado, às 14h05 (de Brasília), Brasil e Panamá disputam o bronze.

Comentários