Após ver documentário, Courtney Love se emociona e diz que se sente culpada e envergonhada com o que aconteceu a Kurt Cobain

Courtney Love não conseguiu conter as lágrimas na estreia do documentário ‘Kurt Cobain: Montage of Heck’ no festival de Tribeca, mesmo depois de admitir que era a quarta vez que assistia ao longa. Vinte e um anos após a morte de seu ex-marido, Kurt Cobain, Courtney revelou que ainda sentia muito ao rever as cenas do filme dirigido por Bret Morgen.

Segundo o NY Daily News, em uma entrevista logo após a exibição do documentário, Courtney disse que se sentia culpada e se perguntou em voz alta se poderia ter feito algo para evitar o suicídio de Cobain. Ela ainda afirmou que nunca conheceu alguém que tenha mexido com seu mundo como o ex-vocalista do Nirvana.

“Eu conheci minha alma gêmea aos 25, e agora existem outros tipos de amor. Nós éramos melhores amigos. Eu tive ótimos namorados desde então, mas nada como o Kurt”, disse Kourtney. “Eu já vi o filme quatro vezes e dessa vez senti vergonha de mim mesma”. Coutney assistiu ao filme ao lado de sua filha com Cobain, Frances Bean, e disse que as duas se emocionaram.

Em entrevista ao NY Daily News, o diretor do longa deu sua opinião sobre o ex-casal e disse que não considera Courtney responsável pelo que aconteceu com Cobain. “Os problemas estavam lá muito antes de ele conhecer Courtney Love, muito antes de ele se juntar ao Nirvana, muito antes de ele se tornar famoso, muito antes de ele usar heroína”, disse.

Assista ao trailer do documentário:

Comentários