Após receber alta, jovem que perdeu namorado afirma: 'Sempre vou amá-lo'

Após duas semanas internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Santos, no litoral de São Paulo, a jovem que sobreviveu a um acidente, que matou o namorado e deixou o irmão ferido, voltou para casa na última sexta-feira (24).

Giovanna Junqueira Cardoso, de 19 anos, disse ao G1 que só ficou sabendo da morte do namorado um dia antes de sair do hospital e que agradece muito por estar viva.

“Era um homem muito admirado. Sempre vou amá-lo. Rezo por ele todos os dias”, disse sobre Raymond Taufik Hollo Filho, engenheiro de 27 anos.

Giovanna e o irmão, Guilherme Junqueira, de 21, estavam no carro dirigido por Raymond quando saíram de uma casa noturna no Centro de Santos, na madrugada do dia 11 de julho.

Acidente
Ao passar pela avenida Perimetral, o motorista perdeu o controle do veículo e bateu contra um poste. Raymond chegou a ser socorrido por agentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas morreu a caminho do hospital.

Já Guilherme sofreu apenas arranhões e bateu a cabeça. Ele foi liberado no mesmo dia do acidente após receber atendimento médico.

Giovanna sofreu lesões no cérebro e na coluna e precisou ficar internada na UTI. Por recomendação de uma psicóloga, ela só soube da morte do namorado um dia antes de receber alta.

“Soube o que tinha acontecido com o meu namorado no penúltimo dia do hospital. Pensava que ele também estava internado. Meu pai conversou com a psicóloga do hospital e os dois juntos me contaram o que aconteceu”, disse Giovanna.

“Quando soube, fiquei muito triste […] Continuo em contato com a família dele. Eles gostam demais de mim, assim como eu deles”, afirmou.

Comentários