Após derrota, Lisca analisa o Náutico e não poupa críticas pelo péssimo desempenho

Durante praticamente todos os 90 minutos, o Sport foi facilmente superior ao Náutico, no Clássico dos Clássicos, válido pela nona rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano. Mesmo sem muita disposição técnica ofensiva, os leoninos venceram facilmente. A fragilidade diante de um adversário desinteressado bastou para o técnico Lisca soltar o verbo pelo fraco rendimento dos seus comandados.

“O Sport estava devagar e ganhou ao partida naturalmente. Faltou qualidade para o Náutico. Não conseguimos jogar, faltou tudo a nós”, reclamou o treinador, que continuou sua metralhadora verbal.

Apesar de calmo em todas as respostas e sem muito se agitar na coletiva de imprensa, Lisca demonstrou toda a sua insatisfação com o elenco. 

Segundo o treinador, no lance que originou o primeiro gol do Sport, o time alvirrubro era pra ter levado vantagem. “Passamos o sábado inteiro treinando esse tipo de bola parada, mas a nossa equipe não tem confiança. Não tem mais um lance de jogada rebuscada, estamos jogando apenas o trivial. Está faltando qualidade e atitude aos jogadores”, afirmou.

Apesar do resultado negativo, o Náutico jogará mais uma vez pelo empate diante do Salgueiro. Se levou a pior na Copa do Nordeste, quanto perdeu por 3×1 no sertão, e foi eliminado, agora o treinador espera levar a melhor. “Naquela partida nós não fomos inferiores, inclusive criamos mais, mas no futebol vale a efetividade. Vamos achar as soluções para termos um time guerreiro contra o Salgueiro. Sei que está complicado, mas vamos buscar isso”, encerrou Lisca.

Comentários