Após cirurgia nos joelhos, Thaísa já faz exercícios e "comemora" dor muscular

Seis semanas após ser submetida a cirurgias nos dois joelhos, Thaísa já faz exercícios na academia, antecipando em uma semana o seu retorno às atividades físicas. Sem sentir dores nos joelhos operados, a central se exercitou nesta quinta-feira e “comemorou” a volta das dores musculares, características no processo de ganho de musculatura. Feliz com a boa recuperação, a jogadora do Osasco e da seleção brasileira fez questão de agradecer ao fisioterapeuta Fernando Fernandes, principal responsável pelo seu tratamento.

– Toda vez que eles antecipam alguma coisa e dizem que estou evoluindo fico muito feliz. Hoje cheguei abraçando o Fernadinho e ele me perguntou o motivo da minha alegria. Disse que estava feliz porque acordei com dor muscular no quadríceps. O primeiro exercício que fiz que pegou um pouco mais de coxa me deu dor muscular e fiquei feliz porque quer dizer que estou trabalhando bem e ganhando massa. Isso mostra que estou treinando e fazendo tudo certo. Cada ganho me deixa bastante contente e me motiva – afirmou Thaisa.

Thaísa tem conciliando os exercícios na academia com a fisioterapia no Osasco. Segundo a meio de rede, ela só poderia voltar a fazer agachamento com sete semanas, mas o seu médico antecipou o retorno ao exercício devido à evolução em seu tratamento.

– Comecei a agachar um pouco mais e fazer alguns exercícios na academia sem muito peso. Braço, abdômen e costas estou fazendo muito forte, mas a perna ainda tenho alguma limitação. Mas já estou conseguindo quebrar um pouco dessas barreiras começando a agachar e sem sentir dores – comentou.

Responsável por acompanhar de perto cada passo do tratamento da central, Fernando Fernandes elogiou a capacidade de Thaísa de realizar alguns exercícios sem sentir dor.

– Tivemos uma evolução grande nesta semana que foi o fato dela começar a trabalhar a musculatura da coxa. Já estava trabalhando a posterior, mas agora nós tivemos uma condição clinica que pudermos trabalhar o quadríceps. Primeiro ainda com agachamento, o que foi um grande progresso porque ela já está abaixando e fazendo subida. O mais importante é que tudo isso sem sentir dor – destacou.

Comentários