Antônio Moraes e Elias Gomes dividem comando do PSDB-PE

O acordo entre o deputado estadual Antônio Moraes e o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, para se revezarem na presidência do PSDB de Pernambuco pelos próximos dois anos foi fechado e oficializado ontem durante um almoço com o atual presidente da sigla, o deputado federal Bruno Araújo. No congresso tucano que ocorre no próximo sábado (20), Antônio Moraes será eleito presidente estadual do partido e Elias, o vice-presidente. Em 12 meses, o deputado renunciará, passando o comando partidário para o prefeito. O acordo também acaba com a reeleição para presidência estadual da legenda, abrindo espaço para a troca de comando partidário.

Aliados de Elias também ocuparão cargos estratégicos na nova Executiva estadual da sigla. O deputado federal Betinho Gomes, filho do prefeito, será o primeiro-secretário. O secretário estadual de Trabalho e Qualificação, Evandro Avelar, que trabalhou em Jaboatão por cinco anos, ficará na tesouraria. Segundo Antônio Moraes, a composição foi definida em consenso e não há nenhuma objeção aos nomes.

Cotado para disputar a Prefeitura do Recife, o deputado federal Daniel Coelho será o secretário-geral do partido. Segundo Moraes, a costura não passou pelo cenário eleitoral do Recife. “O diretório regional tem uma abrangência bem maior, trata de todos os municípios. Daniel é um grande candidato. Na hora oportuna, o partido vai decidir em sua maioria”, afirmou.

Aproveitando a forte rejeição ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT), o PSDB quer realizar uma campanha de filiação ao longo dos próximos meses, criar diretórios em todos os municípios e se aproximar da juventude que foi às ruas protestar contra o governo. O senador Aécio Neves, presidente nacional tucano, que avalizou o rodízio no comando da sigla, pode vir a Pernambuco participar de um ato de filiações. “Precisamos aproveitar o bom momento que o PSDB está vivendo. A gente tem muitos jovens, profissionais liberais, gente do povo que quer se filiar ao partido”, explicou Antônio Moraes.

Já Elias Gomes promete ajudar no crescimento do partido no interior e investir na formação de novos quadros para disputar as futuras eleições. “Nós não podemos e não devemos fazer um partido no Recife, na Região Metropolitana. Nós queremos fazer um partido pernambucano, com todas as regiões do nosso Estado”, disse.

Comentários