Alerta ligado no Sport

O Sport permanece no G-4 a três partidas do fim do primeiro turno do Brasileirão, mas precisa acender a luz de alerta. É que, nas últimas seis partidas, o time caiu de rendimento. A liderança na décima rodada virou quarta colocação na 16ª, enquanto a vantagem de dois pontos sobre o Atlético-MG se transformou em desvantagem de seis (35×29). Do pelotão da frente, foram os rubro-negros que tiveram o pior aproveitamento: 38,8% (uma vitória, quatro empates e uma derrota). Grêmio e São Paulo acumularam o mesmo percentual, porém, venceram duas vezes neste período. A título de comparação, nos dez primeiros jogos, os leoninos conquistaram 73,3% dos pontos disputados.

O técnico Eduardo Baptista minimizou uma possível desconfiança provocada pelos últimos resultados. “Estamos na 16ª rodada, o Sport segue no G-4 e algumas pessoas ainda falam que precisamos mostrar força. A gente não tem que mostrar força para ninguém. Temos que pontuar para nós mesmos e para a nossa torcida. Ache que a gente tem força quem quiser. Nossa preocupação somos nós e a nossa torcida”, disparou.

É verdade que, das equipes que no momento lutam pelo G-4, apenas Atlético-MG e Corinthians apresentaram evolução em seus desempenhos nas últimas seis rodadas. Mas as quedas de aproveitamento de Fluminense, Grêmio, Palmeiras, Atlético-PR e São Paulo não foram tão acentuadas quanto a do Leão. Vem pesando contra os rubro-negros o fato de estarem encarando uma sequência de confrontos contra adversários diretos pela ponta da classificação.

O que preocupa a torcida é que o time terá que começar a trilhar o caminho da recuperação no campeonato longe de casa. Das próximas quatro partidas na Série A, três são fora: contra Atlético-PR (9/8), Corinthians (12/8) e Figueirense (22/8). A exceção é o confronto com a Ponte Preta (16/8), na Ilha do Retiro. O problema é que na condição de visitante o Sport anda devendo no Brasileirão. Em sete confrontos, não venceu nenhum. Foram seis empates e uma derrota, apenas o 14º melhor aproveitamento (28,5%).

“Temos feito boas partidas fora de casa, só que está faltando os três pontos. O mais importante é somar pontos como visitante, mas precisamos vencer também”, afirmou o goleiro Danilo Fernandes, principal destaque do Leão no empate por 0x0 com o Cruzeiro, domingo passado, na Arena PE. “Quando estamos bem na tabela, começamos a ser visados. Passam a estudar mais a nossa equipe, estão marcando mais e estão tirando os nossos espaços. Então, cabe a gente fazer algo de diferente em campo para envolver os adversários”, completou.

Comentários