Náutico vence e garante classificaçaõ para a 2ª fase da Copa do Brasil

O Náutico começou o primeiro tempo contra o Santa Cruz encontrando muitas dificuldades para sair para o ataque. A marcação individual dos donos da casa impossibilitava a criação das principais jogadas do Timbu. Faltava velocidade e mais jogadas individuais para o Alvirrubro. Mesmo preso na marcação e com dificuldades de criação, foi o Náutico quem chegou ao primeiro gol. Aos 14, Eduardo Ramos fez jogada individual pelo meio e tocou para Jefferson. O lateral-esquerdo cruzou para o estreante da noite, Cesinha, tocar de cabeça e abrir o placar.
Em desvantagem no placar, o Santa Cruz tentou se lançar mais para o ataque e chegou a assustar em alguns momentos a defesa alvirrubra principalmente nas bolas paradas. Contudo, as boas defesas de Gideão e a boa partida da dupla Marlon e Ronaldo Alves impediram o empate dos donos da casa. O Náutico desceu com a vantagem mínima para os vestiários apesar do jogo truncado.

A etapa complementar começou com o time da casa em cima do Timbu. Melhor postado na marcação e na parte ofensiva, o Santa Cruz dominava os primeiros minutos do segundo tempo. O Náutico se via encurralado em seu próprio campo.
A pressão dos potiguares não demorou para surtir frutos. Aos nove minutos, após bola cruzada na área, Binho, um dos melhores da partida pelo lado do time potigar, mandou para o fundo das redes e igualou o placar.

No entanto, não deu nem muito tempo para comemorações por parte dos torcedores da casa. Dez minutos depois, na primeira jogada de ataque do segundo tempo, o Náutico desempatou a partida. Aos 16, a bola sobrou para Auremir que não hesitou em chutar, ainda houve o desvio da zaga do Santa Cruz, mas nada que impedisse o balançar das redes.

O gol não deu mais tranquilidade para o Náutico. O Timbu continuou a sofrer com a pressão do Santa Cruz e a jogar no próprio campo. A sorte é que embora dominasse a partida, o time da casa não criava tantas chances de grande perigo para o Alvirrubro.

Com a aproximação dos minutos finais, o Náutico conseguiu segurar não só o ímpeto do adversário como ainda chegou ao gol da classificação. Já no apagar das luzes, Derley recebeu bola de Siloé dentro da área e mandou para o fundo do gol. Não deu nem tempo para o Santa Cruz pensar em reagir. A vitória e a classificação são do Timbu.

Comentários

Leave A Reply