2016: Desafios políticos

Próximo ano é mais um ano eletivo, os desafios serão enormes para os pretensos candidatos de Camutanga e região. O fato é que vivemos em tempos difíceis, aliado a problemas de gestão, além claro, da crise econômica que afeta todo o mundo e tem tido impacto direto no Brasil e todos os entes federativos.

Mais que “habilidade” será necessário uma demonstração de equilíbrio entre o carisma, projeto, planejamento e convencimento, não haverá brecha para falácias usuais e planos impraticáveis. O povo quer mais que velhos discursos sem ponto nem vírgula, quer ação e propostas que se adequem a realidade.

O sistema politico tem deixado fendas e infelizmente a política, elemento tão importante para a realização da cidadania tem perdido credibilidade, então a tarefa dos candidatos será hercúlea, convencer o eleitorado que tem um melhor projeto e mais, que tem de fato vontade política para realiza-lo.

Camutanga tem uma das políticas mais acirradas da região e aquele que quiser ser Gestor ou ocupar uma cadeira na Câmara deverá ter consciência dos desafios, muito além do palanque, mas deve ter visão de povo, comprometimento com a moral e com a eficiência.

Agora é esperar o próximo ano e torcer que a eleição não ultrapasse os limites democráticos.

Comentários